Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

25/11/2008 12:51

Três deputados aderem à frente pelo piso dos professores

Paulo Fernandes - Campo Grande News

Após mobilização do governo, apenas três dos 24 deputados estaduais assinaram o projeto de resolução, do deputado Pedro Kemp (PT), que criou a Frente Parlamentar em Defesa do Piso Salarial Nacional do Professor de Educação Básica. Os deputados que assinaram a proposta serão membros dessa frente. Mas o projeto ainda tem que ser aprovado.

O único deputado da base de apoio do governador André Puccinelli que assinou o projeto de resolução foi o deputado estadual Paulo Corrêa (PR). Os outros deputados que assinaram o documento são os do PT, único partido de oposição na Casa. São eles:, Pedro Teruel, e o próprio Pedro Kemp.

Já os outros dois deputados do PT, Paulo Duarte e Amarildo Cruz, estão viajando. Kemp acredita que os dois assinarão o projeto.

O Campo Grande News apurou que ao tomar conhecimento da proposta, o secretário Osmar Domingues Jerônymo (Governo) ligou para deputados da base pedindo para que eles não assinassem o documento.

A frente tem o objetivo de fazer oposição a ADI (Ação Direta de Inconstitucionalidade) ajuizada pelos governadores André Puccinelli, Ieda Crusius (RS), Roberto Requião (PR), Cid Gomes (CE) e Luiz Henrique (SC) contra a lei da remuneração inicial dos professores de escolas públicas da educação básica.

Os governadores contestam o piso salarial nacional da categoria, de R$ 950,00 e a redução na jornada de trabalho do tempo em sala de aula. A lei determina que 33% da jornada de trabalho de 40 horas semanais deverá ser destinada ao planejamento.

Atualmente, de cada 20 horas semanais trabalhadas, apenas duas são dedicadas ao planejamento do ensino. Puccinelli alega que a mudança obrigaria a contratação de pelo menos 1.900 professores no Estado.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)