Cassilândia, Quinta-feira, 21 de Setembro de 2017

Últimas Notícias

23/04/2013 17:49

Três acusados da morte de advogado cassilandense são condenados

Edivaldo Bitencourt, Campo Grande News
Três homens foram a júri popular hoje (Foto: Marcos Ermínio)Três homens foram a júri popular hoje (Foto: Marcos Ermínio)

Os três acusados de participar do assassinato do advogado Nivaldo Nogueira de Souza, há três anos em Costa Rica, foram condenados a penas que somam 44 anos de cadeia em regime fechado. A sentença foi proferida na tarde de hoje pelo juiz da 1ª Vara do Tribunal do Júri em Campo Grande, Carlos Alberto Garcete.

O pistoleiro Michel Leando dos Reis, que confessou ter negociado matar o advogado por R$ 25 mil, foi condenado a 14 anos de prisão pelos crimes de homicídio qualificado, motivo torpe e ter dificultado a defesa da vítima. Ele foi absolvido do crime por formação de quadrilha.

Reis confessou que atirou no advogado em uma lanchonete.

O júri popular também condenou David da Silva Rosendo por ter levado Reis até a lanchonete em uma motocicleta. Ele foi condenado a 14 anos de reclusão em regime fechado por homicídio qualificado e formação de quadrilha.

O terceiro condenado foi Francisco Pereira Feitoza, que contratou os encarregados pelo crime. Ele foi condenado a 16 anos de prisão porque não colaborou com a Justiça.

O júri deveria ter sido realizado no mês passado, mas foi adiado em razão da ausência de David. O réu faltou porque a Polícia Militar de Paranaíba deixou de fazer a escolta até Campo Grande. Na época, o juiz informou que cobrará os gastos extras em decorrência do adiamento do comandante da PM no município.

Crime – O crime aconteceu a mando do pecuarista Oswaldo José de Almeida, segundo a denúncia do Ministério Público. Ele teria agido por vingança porque o advogado estava perturbando a vida dele, inclusive com ações na Justiça.

Oswaldo teria contratado Edoildo Ramos para intermediar a contratação dos autores. Jair Roberto Cardoso também é apontado como intermediador entre mandante e executores. Eles teriam agido sob a promessa de receber R$ 40 mil.

Outro acusado de envolvimento no assassinato é Willian Inácio Rodrigues. Ele recomendou Michel para ser contratado como pistoleiro para matar o advogado.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 21 de Setembro de 2017
10:00
Receita do dia
06:20
Libertadores da América
Quarta, 20 de Setembro de 2017
21:22
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)