Cassilândia, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

11/12/2009 22:38

TRE-SC suspende concurso público para cadastro

G1

O concurso público para a formação de cadastro de reserva do Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina (TRE-SC) foi suspenso, segundo informou nesta sexta-feira (11) o presidente da Comissão do Concurso, Rodrigo Mendes dos Santos.


De acordo com nota no site do TRE-SC, “em respeito à prestação correta e responsável de informações à sociedade, o TRE-SC esclarece que a referida decisão não implica qualquer juízo de valor quanto à veracidade ou não das alegações dos reclamantes, destinando-se tão somente a apurar, nos termos da Lei n. 8.666/1993, a sua procedência ou improcedência”.


As provas do concurso público para formação de cadastro de reserva do TRE-SC foram aplicadas no dia 15 de novembro. O concurso recebeu 33.106 inscrições - 6.012 para analista judiciário e 27.094 para técnico.



O concurso destina-se à formação de cadastro de reserva para os cargos efetivos que vierem a vagar ou a serem criados no quadro de pessoal do Tribunal, durante seu prazo de validade (dois anos improrrogáveis), para exercício em todo o estado.


O presidente do TRE-SC, desembargador Cláudio Barreto Dutra, determinou a retenção do pagamento de valores que seriam repassados à empresa Hillda Ferreira de Moura ME (MS Concursos, de Mato Grosso do Sul), contratada para organizar o concurso.

O procurador André Bertuol, da Unidade de Patrimônio e Moralidade Administrativa do MPF-SC, abriu procedimento administrativo para investigar as denúncias. Entre elas estão candidatos realizaram exames sem apresentar documentos de identidade, outros foram ao banheiro sem a companhia do fiscal, cartões de respostas não correspondiam aos cadernos de provas, malote de provas não chegou lacrado às salas.


O presidente Santos também decidiu pela suspensão do cronograma das demais fases, “até que se apurem os fatos, observando o contraditório e a ampla defesa, inclusive mediante a análise, pela Comissão de Concurso, das atas de todos os locais de prova elaboradas pela empresa contratada, visando a aferir a veracidade das informações constantes dos autos".


Para o presidente da Comissão de Concurso, a suspensão do cronograma das demais fases não significa, em princípio, que o concurso será anulado ou validado. “Pela medida tomada, teremos mais prazo para apurar a fundo as denúncias de possíveis irregularidades que teriam ocorrido e, sem os atropelos para o cumprimentos dos prazos estabelecidos para cada uma das etapas do concurso”, disse Rodrigo Mendes dos Santos.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)