Cassilândia, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

29/11/2007 17:45

TRE/MT nega liminar para Pedro Henry seguir deputado

24horasnews

O vice-presidente e corregedor do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso, desembargador Leônidas Monteiro, negou hoje o pedido de liminar protocolado pela defesa do deputado cassado Pedro Henry (PP). Ele pleiteou a suspensão da decisão proferida pelo plenário do TRE que cassou o seu mandato de Henry e da deputada estadual Chica Nunes (PSDB). A negativa do corregedor foi baseada no Art. 257 da Lei nº 4.737/97, que assinala que “os recursos eleitorais não terão efeito suspensivo”.

Leônidas ainda ponderou em seu despacho que “a expressão execução imediata não significa necessariamente execução definitiva, tendo-se em conta a recorribilidade das decisões emanadas dos Juízos e Tribunais Eleitorais”.

Nesta quinta-feira, o presidente do TRE, desembargador José Silvério Gomes, encaminhou ofícios ao presidente da Câmara, deputado Arlindo Chinaglia (PT) e ao presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministro Marco Aurélio de Mello, comunicando sobre a decisão tomada pelo TRE. De posse do documento, a Câmara deverá decretar o cargo vago e empossar o próximo da lista, no caso, Chico Daltro, atual secretário do Governo Maggi.


Henry, juntamente com a deputada estadual Chica Nunes, teve seu mandato cassado sob a acusação de abuso de poder econômico nas eleições de 1986 em caso de compra de votos. A representação movida contra os deputados foi originada de uma denúncia apresentada ao Tribunal. Uma servidora pública municipal lotada no posto de saúde do Bairro Pedra 90 estaria oferecendo remédios, cobertores e dinheiro em troca de votos para Pedro Henry e Chica Nunes.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 12 de Dezembro de 2017
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)