Cassilândia, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

22/03/2011 12:12

Traumastimo no tórax causou morte de segurança

Campo Grande News/ Nadyenka Castro

A certidão de óbito do segurança Jefferson Bruno Escobar, 23 anos, aponta que ele morreu devido ao traumatismo no tórax. O documento diz ainda que houve insuficiência respiratória aguda e ação contundente.

O que demonstra que o soco desferido por Christiano Luna de Almeida, de 23 anos, atingiu o diafragma do segurança, causando o trauma e a insuficiência respiratória.

O pai de Jefferson, o servidor público federal João Márcio Escobar, diz que por causa da pancada recebida os pulmões do filho dele encheram de sangue e sem a drenagem os órgãos não funcionaram e por isso ele não conseguiu mais respirar. “Uma pulsão lateral teria drenado o sangue”, diz.

João Márcio declarou também que o laudo mais detalhado sobre a morte ficará pronto em 10 dias.

O segurança foi morto na calçada da casa noturna em que trabalhava havia três meses. Com o dinheiro do salário ele pagava parcela do carro que tinha recém comprado.

Jefferson e colegas retiraram Christiano do interior do bar porque ele estava importunando clientes e garçons do local. Na calçada houve a briga e então Christiano desferiu um soco no segurança, que morreu no local.

O autor saiu do local e foi para casa, no bairro Chácara Cachoeira, onde foi preso após uma testemunha ter anotado a placa do veículo em que estava.

Nessa segunda-feira, o juiz da 3ª Vara Criminal, Ivo Salgado da Rocha, negou o pedido de liberdade protocolado pela defesa. O jovem, que é bacharel em Direito, está no Presídio de Trânsito.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 12 de Dezembro de 2017
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)