Cassilândia, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

21/06/2005 13:08

Tratoraço:700 produtores de MS já confirmaram presença

Famasul Notícias

Presidentes e representantes de Sindicatos Rurais de 44 municípios se reuniram nesta segunda-feira na Famasul – Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul para definir a participação no Tratoraço de 27 a 30 de junho em Brasília.

Mais de 700 produtores rurais já confirmaram a presença no movimento, de vários municípios como Chapadão do Sul, Fátima do Sul, São Gabriel do Oeste, Dourados, Rio Verde de Mato Grosso, Ponta Porá e Caarapó. Ficou definido na reunião que Mato Grosso do Sul não irá levar tratores ou outras máquinas agrícolas para Brasília devido a distância entre os dois estados, mas os produtores seguirão em vários ônibus e levarão os animais em caminhões boiadeiros.

O principal objetivo do tratoraço e da mobilização é mostrar para a sociedade e autoridades brasileiras a situação critica da agricultura e da pecuária. Os produtores rurais que já se manifestaram no último dia 31 de maio por todo Brasil, levarão ao Presidente da República algumas propostas para minimizar os efeitos da crise. Não pretendem falar em prorrogação de dívidas, mas da falta de uma política agrícola a altura da dimensão econômica e social da agropecuária.

Para entender as reivindicações do setor é necessário entender as razões da crise, que são: os altos custos de produção, defasagem cambial, baixa remuneração da atividade, falta de mecanismos de sustentação dos preços agrícolas, infra-estrutura deficiente e importações predatórias. As conseqüências disso já podem ser notadas pela redução da atividade econômica e comercial no interior, redução de tecnologia, diminuição da área plantada, queda na produção, queda no PIB, aumento no preço dos alimentos, comprometimento da balança comercial, desemprego e aumento do risco Brasil.

O produtor rural de Campo Grande, Luiz Carlos Spengler, de 79 anos, tem boas expectativas para o tratoraço pela experiência de já ter participado de um movimento semelhante na década de 80. Segundo ele outras categorias fazem barulho e são atendidas e que chegou a hora do produtor rural. “Se não gritar não será ouvido”, diz Spengler.

Programação do Tratoraço

Nos dias 26 e 27 chegarão a Brasília as delegações dos estados. No dia 28 começa a passeata e o estacionamento das máquinas na Esplanada dos Ministérios, além dos manifestos com tratores em frente ao Ministério da Fazenda, panfletagem e painéis demonstrativos da crise. No dia 29 a manifestação começa com um Culto Ecumênico, em seguida serão os pronunciamentos de lideranças. A tarde a manifestação continua com passeata pela Esplanada dos Ministérios, buzinaço, manifestos com aviões agrícolas e doação de sangue. Mato Grosso do Sul estará levando duas toneladas de carne de sol para o almoço especial que será preparado pelos gaúchos, num panelão com capacidade para alimentar 15 mil pessoas.

No dia 30 as lideranças dos estados participarão de audiências públicas da Comissão de Agricultura da Câmara e Senado. Visitas às lideranças políticas no Congresso Nacional, audiências com o Presidente da República, presidente da Câmara e do Senado. Nesse dia os produtores continuarão com os manifestos, assembléias, aquecimento dos tratores, distribuição de alimentos e buzinaço.

Autor:
Time Comunicação



Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
03:14
Loteria
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)