Cassilândia, Quarta-feira, 28 de Junho de 2017

Últimas Notícias

12/12/2004 09:59

Tratamento supervisionado de tuberculose será ampliado

ACS - Ministério da Saúde

O Ministério da Saúde cumpre mais uma etapa para a expansão da estratégia do Tratamento Diretamente Observado para a Tuberculose (DOTS). Técnicos das secretarias estaduais de saúde do Acre, Amazonas, Roraima e Rondônia participam, amanhã, em Brasília, de uma oficina promovida pela Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS) cujo objetivo é o de preparar os gestores para a ampliação do tratamento supervisionado dos pacientes com tuberculose. Participam também técnicos das secretarias municipais de saúde das capitais destes estados.

Um dos desafios no controle da tuberculose é impedir que o paciente abandone o tratamento, levando o bacilo que causa a doença a criar resistência aos produtos. Apesar de ter cura e de o Sistema Único de Saúde (SUS) fornecer a medicação contra a doença, a tuberculose acomete 85 mil pessoas a cada ano no Brasil, levando cerca de 6 mil a óbitos.

Causada pelo bacilo de Koch (Mycobacterium tuberculosis), a tuberculose pode ser transmitida pela tosse de um indivíduo doente. Os sintomas mais comuns são febre, tosse, cansaço e perda de apetite. Mais de 90% dos casos de tuberculose são da forma pulmonar, mas a doença pode atingir vários outros órgãos do corpo (pele, rins, meninges).

A tuberculose é mais comum em jovens e adultos, mas as crianças têm mais facilidade para contrair a doença. Quando existe um caso em adulto, grande parte das crianças de seu convívio são infectadas. A principal medida para controlar a doença é o diagnóstico precoce: todas as pessoas que apresentam tosse com catarro há mais de três semanas são considerados sintomáticos respiratórios e devem procurar uma unidade do SUS para realizar o exame de escarro para tuberculose.

Este ano, a SVS já promoveu a oficina para as secretarias estaduais de saúde da Bahia, Ceará, Maranhão e Pernambuco e secretarias municipais de saúde das capitais destes estados.

A oficina ocorrerá a partir das 8h30min.desta sexta-feira, no Hotel Nacional, no Setor Hoteleiro Sul, Quadra 1, Bloco A.

Mais informações
Assessoria de Imprensa da Secretaria de Vigilância em Saúde
Tel.: (61) 315-3676 / 3678 / 9645-3628
Fax: (61) 315-3338
E-mail: svs@saude.gov.br

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 27 de Junho de 2017
Segunda, 26 de Junho de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)