Cassilândia, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

11/08/2007 16:51

Tratamento para quem pretende deixar de fumar

Yara Aquino/ABr

Brasília - O tabagismo é considerado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) a principal causa de morte evitável em todo o mundo.

Um levantamento do Instituto Nacional de Câncer (Inca) estima que, no Brasil, 200 mil pessoas morram precocemente po ano devido a doenças causadas pelo tabagismo.

Mesmo sabendo que as substâncias presentes no cigarro causam enfermidades como câncer, infarto e infecções respiratórias, muitos tentam, mas não conseguem parar de fumar.
Ontem (10) e hoje cerca de 60 médicos internos e residentes do Distrito Federal receberam capacitação para orientar pacientes que querem abandonar o vício. O curso foi promovido pela Associação Médica de Brasília.

Segundo o coordenador do Programa de Controle de Tabagismo do Distrito Federal, Celso Antônio da Silva, pesquisas apontam que 80% dos fumantes querem se livrar do vício, mas apenas 3% têm êxito sozinhos, sem apoio médico.

Antônio José de Souza tentou fazer parte da estatística dos 3%. Fumante há 25 anos, ele quis deixar o cigarro quando completou 50 anos.


“Era o presente que eu queria me dar”, afirma. Acostumado a fumar uma carteira de cigarros diariamente, Antônio conseguiu se manter longe do vício por apenas 17 dias. “Foram os 17 dias mais difíceis. Eu queria subir pelas paredes, ficava impaciente, não conseguia trabalhar direito”.

Apesar de ter apoio da família, que espalhou cartazes de incentivo pela casa, ele diz que só com a força de vontade é difícil ficar longe do cigarro. E acrescenta que está sempre fazendo planos de procurar auxilio médico. “Vivo falando e qualquer dia vou fazer”.

O coordenador do Programa de Controle de Tabagismo de Brasília afirma que entre os tratamentos disponíveis para quem quer parar de fumar estão aqueles que fazem a chamada reposição de nicotina por meio de adesivos e gomas de mascar. Começa-se com um dose elevada da substância, que vai sendo reduzida até que os receptores de nicotina no cérebro vão se sensibilizando às novas dosagens.

De acordo com Silva, recentemente foi lançado um medicamento que "entope" os receptores de nicotina e assim não permite que as pessoa sintam o prazer de fumar. Ainda não há experiência de uso do medicamento no Brasil.


O Sistema Único de Saúde (SUS) oferece tratamento para quem quer parar de fumar por meio dos Centros de Referência em Abordagem e Tratamento de Fumantes.



Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
03:14
Loteria
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)