Cassilândia, Terça-feira, 14 de Agosto de 2018

Últimas Notícias

25/08/2017 10:20

Transporte pode ficar 12% mais barato a partir do Corredor Bioceânico

Campo Grande News

O custo do transporte de cargas para exportação ou mesmo importação para Mato Grosso do Sul deve ficar de 10 a 12% mais barato a partir da implantação do Corredor Bioceânico, levará o Centro-Oeste brasileiro até o norte do Chile via rodoviária, chegando então aos portos de Iquique e Antofagasta, no oceano Pacífico.

A estimativa de redução dos custos com transporte é do presidente Setlog-MS (Sindicato das Empresas de Transporte Rodoviário de Cargas e Logística de Mato Grosso do Sul), Claudio Cavol, e foi feita na noite desta quinta-feira (24), durante o lançamento da expedição que fará o mesmo trajeto do corredor.

A expedição da Rila (Rota de Integração Latino-Americana) conta com a participação do próprio Setlog, e de várias outras empresas, entre elas o Campo Grande News. A partida para a viagem será dada nesta sexta-feira (25).

"Mesmo com a distância rodoviária maior, as estradas no trajeto serão boas e a infraestrutura dos portos chilenos é melhor que a dos brasileiros. Os caminhões não vão demorar tanto parados, o que vai gerar uma economia grande para o setor de transportes de forma geral, principalmente em nosso Estado", destaca Cavol. 

Fora da gaveta - Há muitos anos o Corredor Bioceânico é pauta de debates, mas o projeto sempre ficou no campo das ideias - com diferentes trajetos elaborados, inclusive, passando pelo sul do Paraguai ou pela Bolívia.

Porém, dessa vez, parece que o projeto finalmente sairá do papel e será executado, conforme o senador sul-mato-grossense Waldemir Moka (PMDB), que também participou do lançamento da expedição nesta quinta, em Campo Grande.

"Venho escutando faz pelo menos 20 anos sobre esse projeto [rota rodoviária para os portos sul-americanos no oceano Pacífico], mas essa é a primeira vez que vejo que vai sair do papel de fato. Estamos todos empenhados para que isso acontece de verdade", aponta o senador Moka.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 14 de Agosto de 2018
10:00
Receita do dia
Segunda, 13 de Agosto de 2018
21:23
Paranaiba/Aparecida do Taboado
09:00
Santo do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)