Cassilândia, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

27/02/2007 19:34

Trânsito de MS é o sexto em número de mortes no País

Sandra Luz/Campo Grande News

Mato Grosso do Sul é o sexto Estado no País em número de mortes no trânsito enquanto Campo Grande ocupa a 15ª posição entre cidades brasileiras. Os dados são da pesquisa Mapa da Violência nos Municípios Brasileiros, divulgada nesta terça-feira, 27, pela OEI (Organização dos Estados Ibero-Americanos), que avaliou também o volume de homicídios e mortes por armas de fogo nos 5.560 municípios do País.

Da pesquisa foram divulgados dados de 556 municípios, que correspondem a 10% do total no País. Entre os 10%, Mato Grosso do Sul tem dez cidades que aparecem entre as que mais matam no trânsito. São Campo Grande, Dourados, Três Lagoas, Ponta Porã, Coxim, Bandeirantes, Nova Andradina, Naviraí, Rio Verde de Mato Grosso e Corumbá.

Como a pesquisa considerou as mortes por acidentes ocorridos entre 2002 e 2004, os municípios citados concentraram 62,9% dos registros do período. Nesses anos, 707 pessoas perderam a vida no trânsito sul-mato-grossense, 445 delas nas dez cidades que aparecem no mapa da OEI.

Além da mortes violentas, a pesquisa considera aquelas que determina como absolutas, onde aparecem, dessa vez: Douradina, Bandeirantes, São Gabriel do Oeste, Jaraguari, Ribas do Rio Pardo, Juti, Rio Brilhante, Coxim, Sonora e Corguinho. Em todos esses municípios a taxa de mortes no trânsito é superior a 37,3 por mil habitantes.

Assim como nos assassinatos, homens jovens são as principais vítimas ceifadas no trânsito. A maioria, 81,5% é do sexo masculino. Nos fins de semana, os acidentes têm 72,4% de incremento e, chega a absurdos 1321,6% entre jovens.

Entre os fatores encontrados para o volume de mortes no trânsito estão: sinalização, conservação das estradas, fiscalização e infra-estrutura em geral.

O trânsito foi a causa de uma tragédia em família, no dia 25 de fevereiro, perto de Ribas do Rio Pardo, um dos municípios que aparece na pesquisa da OEI. Na rodovia BR-262, a família de Henrique Finotto, 49 anos, morreu em uma colisão com uma carreta frigorífica. Morreram Marli Finoto e os filhos do casal, Priscila, Kamilla e Kumuel. Henrique continua internado.


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
06:50
Loterias
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Quinta, 01 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)