Cassilândia, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

01/10/2007 16:01

Transação com a Uniderp envolveu R$ 266,8 milhões

Maristela Brunetto e Humberto Marques - Campo Grande News

A compra da Uniderp, Unaes e outras universidades da família de Pedro Chaves Santos Filho custou ao grupo paulista Anhanguera Educacional S.A. R$ 266,8 milhões. Pela manhã, durante entrevista coletiva na sede da Uniderp, Chaves e o diretor-presidente do grupo paulista, Antônio Carbonari Neto, não revelaram valores, atribuindo o sigilo conferido em um termo de confidencialidade.

Porém as informações constam em ata da reunião do conselho de administração do grupo comprador, realizada em 28 de setembro, na cidade de Valinhos (SP). Segundo o documento, a Uniderp, suas quatro unidades no interior (Ponta Porã, Dourados (2) e Rio Verde), a editora da instituição e ainda um núcleo de pesquisas e a Farmácia Escola custaram R$ 246,8 milhões.

O grupo proprietário não recebeu todo o valor. A forma de pagamento foi assim descrita na reunião da Anhanguera: R$ 238 milhões para os vendedores e R$ 7,9 milhões referentes a dívidas. Do valor efetivamente pago, serão R$ 148,8 à vista, R$ 50 milhões após 12 meses e o restante em três parcelas: uma de R$ 16 milhões se o ensino à distância subir de 15 mil para 16 mil alunos; outra- de R$ 10 milhões- quando chegar a 18 mil e a terceira –também de R$ 10 milhões- ao subir a 20 mil alunos.

Há ainda outro recurso condicionado- de R$ 15 milhões a ser depositado em conta vinculada para “garantir eventuais contingências”.

Já a transação envolvendo a Unaes somou R$ 20,029 milhões, ainda segundo a ata da reunião da Anhanguera. O valor pago é de R$ 16,5 milhões e o restante fica referente a dívida líquida assumida.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
06:50
Loterias
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)