Cassilândia, Sexta-feira, 24 de Novembro de 2017

Últimas Notícias

09/06/2005 13:06

Trabalho infantil em MS caiu 64,5% em 8 anos, diz IBGE

Aline Rocha / Campo Grande News

O trabalho infantil em Mato Grosso do Sul apresentou queda de 64,5% nos últimos oito anos, conforme aponta pesquisa de Amostra por Domicílios (Pnad 2003) do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Os números indicam que de 1995 para o ano de 2003 o os casos de registro de trabalho infantil caiu de 68,6 mil para 24,3 mil.
Em Mato Grosso do Sul, o Peti (Programa de Erradicação do Trabalho Infantil) existe desde o ano de 1996. Em todo Brasil, a redução de crianças e adolescentes entre 5 e 15 anos que trabalhavam caiu 47,5%. De acordo com a pesquisa, a mão-de-obra infantil nessa faixa etária diminuiu de 5,1 milhões para 2,7 milhões.
Mato Grosso do Sul foi o segundo estado com maior redução. O primeiro foi o Rio de Janeiro, , que passou de 115 mil para 38,7 mil, queda de 66,4%. Conforme o IBGE, apenas no estado de Roraima o trabalho infantil aumentou nesse período, passando de 1.874 para 4.068, o equivalente a 117%.
A região nordeste foi a que registrou o maior índice de trabalho infantil: 11,2% das crianças e adolescentes trabalham. A menor taxa está na região sudeste, onde 4,4% trabalham, abaixo da média nacional, que é de 7,5%. Com informações da Agência Brasil.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 24 de Novembro de 2017
Quinta, 23 de Novembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quarta, 22 de Novembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)