Cassilândia, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

04/05/2016 16:00

Tontura: o que é importante sabermos sobre ela?

Portal Med

Tontura e tonteira costumam ser termos usados equivalentemente para descrever uma mesma sensação: a de estar prestes a desmaiar ou perder a consciência. No entanto, tontura também pode se referir ao que se sente durante a vertigem, que é a sensação de que o entorno está girando ou está se movendo, quando na realidade isso não está acontecendo.

Em suma, o termo abrange a sensação de desmaio iminente, a falsa sensação de movimento ou de rotação, a perda de equilíbrio ou instabilidade e outras sensações, como flutuar ou nadar, por exemplo. A tontura não é, pois, uma doença, mas um sintoma que pode aparecer em várias doenças.

Quais são as causas da tontura?

As sensações de desmaio e de perda de equilíbrio podem acontecer em diversas situações, como queda da pressão arterial, alterações do fluxo de sangue para o coração ou o cérebro, síndrome vasovagal, problemas articulares e musculares, condições neurológicas e outras, ou ser efeito colateral de alguns medicamentos, tais como anticonvulsivantes, sedativos e tranquilizantes.

As tonturas relacionadas à vertigem incluem a vertigem posicional paroxística benigna, a inflamação no ouvido interno, a doença de Ménière, a enxaqueca e o neuroma acústico. As tonturas sentidas sob a forma de flutuar ou nadar, podem ser devidas a efeitos colaterais de medicamentos, transtornos de ansiedade, anemia ferropriva, hipoglicemia, superaquecimento do corpo e desidratação.

Existe também uma tontura subjetiva crônica, que não tem uma causa médica evidente. Mais raramente, a tontura com vertigem pode ser causada por um problema neurológico mais grave, mas, nesses casos, quase certamente outros sintomas estarão presentes. Outras causas de tonturas podem ser as anemias, as altas temperaturas, as alterações hormonais no início da gravidez, a falta ou excesso de açúcar no sangue em diabéticos, o aumento dos triglicérides, o consumo excessivo de bebida alcoólica ou de cigarros por não fumantes e de drogas ilícitas ou ainda situações emocionais fortes.

Qual é a fisiopatologia da tontura?

Para nos mantermos em equilíbrio e sabermos em que posição estamos em relação ao meio ambiente e para saber se estamos parados ou em movimento, é preciso que o nosso corpo forneça informações detalhadas ao cérebro. Essas informações são encaminhadas basicamente por três meios: visão, propriocepção e ouvido médio.

A visão orienta a pessoa quanto ao meio ao redor; a propriocepção é a capacidade de o cérebro reconhecer a localização espacial do corpo, a força exercida pelos músculos e a posição de cada parte do corpo em relação às demais, sem o uso da visão; no ouvido interno, um órgão chamado labirinto é responsável pela manutenção do equilíbrio. O funcionamento normal dessas estruturas garante nosso estado comum de estabilidade da consciência. Sem qualquer uma delas estamos mais sujeitos a tonturas e vertigens.

Quais são as principais características clínicas da tontura?

A tontura pode vir acompanhada de náuseas, vômitos, sonolência e dificuldades para andar ou manter a postura ereta. O sintoma muitas vezes desaparece ou melhora se a pessoa se deitar. Embora a tontura possa ocorrer em pessoas de qualquer idade, é mais comum entre os idosos, geralmente associada a uma queda momentânea da pressão arterial e fluxo sanguíneo para a cabeça, que ocorre quando a pessoa se levanta rapidamente de uma posição sentada ou deitada.

Como o médico diagnostica a tontura?

Quase sempre a tontura é um sintoma apenas subjetivo e o médico depende do relato do paciente. Em alguns casos o desequilíbrio, a dificuldade para se manter de pé e outros sinais objetivos podem ser facilmente percebidos. Uma tarefa mais árdua do médico é diagnosticar as causa da tontura, o que demanda exames de laboratório e de imagens.

Como o médico trata a tontura?

Grande número de tonturas é transitório e se resolve por si mesmo. Outras vezes, exige intervenção médica. O tratamento da tontura varia de acordo com a sua causa, dependendo do diagnóstico estabelecido pelo médico.

Quais são os cuidados que a pessoa deve adotar em relação à tontura?

Antes que tenha certeza de que as tonteiras acabaram, a pessoa deve observar alguns cuidados, como levantar-se lentamente se estiver deitada, deitar-se ou sentar-se se estiver de pé, beber bastante líquidos para evitar a desidratação, não dirigir, reduzir o risco de cair, mantendo a casa bem iluminada e retirando obstáculos do chão.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
06:50
Loterias
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)