Cassilândia, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

18/12/2007 18:58

TJMS imprime último Diário da Justiça em papel

TJMS

Os assinantes do Diário da Justiça do Poder Judiciário de Mato Grosso do Sul terão, a partir do dia 7 de janeiro de 2008, somente a forma eletrônica da publicação, que será totalmente gratuita. O acesso continuará sendo pelo site do TJMS (www.tj.ms.gov.br).
Depois de uma longa história, hoje, 18 de dezembro de 2007, foi impressa a última edição em papel. Antigamente, os atos do Poder Judiciário Estadual eram publicados em uma sessão do Diário Oficial, e assim foi até o ano de 1986, quando o Diário da Justiça passou a ser um encarte do Diário Oficial do Estado, cuja impressão era feita pela Imprensa Oficial de Mato Grosso do Sul.

No dia 29 de janeiro de 2001, o Diário da Justiça passou a ser produzido pelo próprio Tribunal de Justiça, com tecnologia gráfica a laser. Antes disso era impresso no sistema off-set. Agora, do dia 7 de janeiro de 2007 em diante, haverá apenas a versão on-line.

Para os advogados, isso significa modernidade; para o TJ, economia com custos de impressão e papel. Desde que a versão passou a ser gratuita, em 1º de agosto de 2007, o número de assinaturas em papel teve uma queda de 58%, e cada exemplar custa para o usuário R$ 2,00.

Para a administração do TJ, tornar o Diário totalmente on-line e gratuito visa a facilitar o acesso da população aos atos judiciais. O Poder Judiciário Sul-mato-grossense já disponibiliza pela internet diferentes serviços aos cidadãos, e a publicidade gratuita do Diário da Justiça - instrumento de comunicação oficial, de publicação e de divulgação dos atos judiciais e administrativos - proporciona o acesso à informação que atende ao interesse coletivo.

Entre as diferenças da versão eletrônica e a de papel está o fato de o Diário estar disponível diariamente na tarde do dia anterior à data de sua validade. O prazo processual da publicação eletrônica é o mesmo da versão impressa, sendo que neste caso é válido o primeiro dia útil seguinte ao da disponibilização no site.

O servidor José Carlos de Medeiros, Técnico em Artes Gráfica, que trabalha na gráfica do Tribunal de Justiça desde o início das atividades, diz que o fim da impressão do Diário significa que o judiciário está acompanhando a modernização. “Olhando para o futuro, além da conquista de novas tecnologias, é importante também destacar que isso significa economia ecologicamente correta, sem o uso do papel”, completa Medeiros.

Autoria do Texto:Secretaria de Comunicação Social

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
13:15
Cassilândia
09:00
Maternidade
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)