Cassilândia, Sexta-feira, 24 de Fevereiro de 2017

Últimas Notícias

10/10/2007 08:15

TJMS entende constitucional a cobrança da Cosip

TJMS

A 1ª Turma Cível do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul deu provimento, ontem (9), ao recurso do Município de Campo Grande e considerou constitucional a Emenda nº 39/2002 que instituiu a cobrança da Cosip (Contribuição para o Custeio do Serviço de Iluminação Pública).

A decisão foi dada em julgamento da Apelação Cível nº 2007.021811-0, que reformou a sentença de 1º grau, julgando improcedente os pedidos formulados na ação declaratória ajuizada por MCR contra o município de Campo Grande.

Segundo o desembargador João Maria Lós, revisor da Apelação, com o advento da EC nº 39/2002, que permite aos municípios e ao Distrito Federal a instituição da Cosip, o município de Campo Grande ao instituir tal contribuição mediante Lei Complementar não violou nenhum dispositivo constitucional. Em resumo, as leis Complementares nº 51/2002 e 58/2003, que instituem no âmbito municipal a cobrança da contribuição, não afrontam a Constituição Federal.

O desembargador ressalta ainda em seu voto, que ao elevar o valor da contribuição de acordo com o aumento do consumo de energia elétrica, o que a lei faz é dar maior visibilidade ao princípio da isonomia e da capacidade contributiva, pois tributa de modo mais severo aqueles que exibem maior riqueza, comprovado pelo consumo mais elevado.

A decisão foi por maioria, nos termos do voto do revisor.

A Emenda Constitucional nº 39 incluiu na Constituição Federal o artigo 149-A, que instituiu a Cosip.

Autoria do Texto:Secretaria de Comunicação Social

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 23 de Fevereiro de 2017
Quarta, 22 de Fevereiro de 2017
13:30
Cassilândia
10:00
Receita do dia
Terça, 21 de Fevereiro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)