Cassilândia, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

12/05/2008 19:26

TJMS determina vacância do titular do cartório de CG

TJMS

O Tribunal de Justiça determina a vacância da titularidade do cartório distribuidor de Campo Grande, em decorrência da aposentadoria voluntária da titular Erothildes Silva Queiroz, determinou ainda a estatização da serventia judicial, e para dar continuidade aos serviços prestados, impôs que a transição ocorra em 60 dias.

Para que todas as providências sejam cumpridas, a Corregedoria deixou a transferência do acervo a cargo do juiz diretor do foro, Alexandre Corrêa Leite. Esse acervo compreende os livros e papéis destinados ao expediente do cartório, os bancos de dados, os quais deverão ser devidamente preservados, os equipamentos, bem como, os materiais de uso permanente, cedidos pelo Tribunal de Justiça.

Em função disso, está publicado no Diário da Justiça do dia 9 de maio, o provimento nº10/2008, que regulamenta a transição da titularidade do cartório distribuidor de Campo Grande. Segundo o provimento, foram determinados, provisoriamente, para responder pela serventia, dois distribuidores, para que não haja interrupção no atendimento. E para atender a demanda diária, serão designados, pelo juiz diretor do foro, servidores do Judiciário.

Conforme consta no cadastro da Corregedoria-Geral de Justiça ela foi nomeada para exercer, interinamente, o cargo no cartório, por ato governamental, em 9 de março de 1957. A titular do cartório, pretendendo permanecer no exercício das funções, embora tendo completado a idade limite de 70 anos, constitucionalmente permitida para o exercício de cargo público, alegou que recebeu o encargo na condição de delegatária do Poder Público e, assim não se sujeitava à aposentadoria compulsória, pois não seria servidora pública, mas sim particular em colaboração com o poder público por delegação. Ressaltou também que o Tribunal não recolhe contribuição previdenciária em relação a ela e juntou recibos do pagamento de aluguel em favor da direção do foro da Capital, pelo uso do espaço físico no edifício do Fórum “Heitor Medeiros”.

Mas de acordo com as informações prestadas pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), Erothildes é aposentada por idade, desde 5 de outubro de 2000, e conseqüentemente, operou-se a extinção da delegação em decorrência de sua aposentadoria voluntária, impondo-se as medidas impostas.

Autoria do Texto:Secretaria de Comunicação Institucional

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 09 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)