Cassilândia, Terça-feira, 28 de Março de 2017

Últimas Notícias

02/05/2012 19:25

TJMS cria Comitê Gestor de Comunicação Institucional

TJMS

Está publicado no Diário da Justiça da última sexta-feira (27) o Provimento nº 259, que cria o Comitê Gestor de Comunicação Institucional, órgão consultivo da Presidência nas questões relacionadas com as ações de comunicação social do Poder Judiciário de Mato Grosso do Sul.

Foi publicada também a Portaria nº 373, que nomeia os membros do Comitê Gestor de Comunicação Institucional. Foram designados os desembargadores Joenildo de Sousa Chaves e Luiz Tadeu Barbosa Silva, o juiz auxiliar da presidência do TJMS, Carlos Alberto Garcete de Almeida, o juiz de Entrância Especial, Olivar Augusto Roberti Coneglian, o juiz auxiliar da Corregedoria-Geral de Justiça, César Castilho Marques, e a diretora da Secretaria de Comunicação, Marilda Silveira Camargo, sob a coordenação do primeiro.

A criação se justifica em razão do princípio constitucional da publicidade, do qual se extrai que o Poder Público deve agir com transparência, prestando contas de suas atividades à sociedade. Importante ressaltar que a a comunicação é recurso estratégico de gestão na condução do alinhamento entre os planos definidos pela instituição e suas ações.

A finalidade do comitê é atender a Resolução nº 85, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que trata da Comunicação Social no âmbito do Poder Judiciário brasileiro. Para o juiz auxiliar da presidência, Carlos Alberto Garcete, a importância do comitê está no aprimoramento da comunicação com o público externo, que é um dos Objetivos Estratégicos do Judiciário Nacional.

“Isso porque é dever do Poder Judiciário dar amplo conhecimento à sociedade de suas políticas públicas. Além disso, em linguagem acessível, devemos divulgar os direitos dos cidadãos e os serviços colocados à sua disposição pela justiça”, disse ele.

Otimista com a criação do comitê gestor, Garcete lembrou da necessidade de se promover o Poder Judiciário junto à população, ressaltando a importância da justiça como instrumento garantidor de seus direitos e da paz social.

“Visamos também a aproximação do Poder Judiciário com a imprensa, esclarecendo fatos e assuntos que dizem respeito à justiça, de tal modo que, ao elaborar a matéria, o jornalista tenha condições efetivas de retratar a realidade, sem qualquer possibilidade de equívoco na transmissão da informação”, concluiu o juiz.

Saiba mais - Pelo Provimento, entre outras responsabilidades, caberá aos membros do Comitê Gestor de Comunicação Institucional:

– elaborar e submeter ao Tribunal Pleno a política de comunicação Institucional
do Poder Judiciário de MS;
– propor e apreciar diretrizes, prioridades, estratégias, orientações e instrumentos de gestão dos processos de comunicação do Poder Judiciário;
– coordenar o desenvolvimento e a execução das ações de publicidade;
– orientar as ações de Comunicação Social realizadas com recursos orçamentários do Poder Judiciário, com a observância da eficiência e da racionalidade na sua aplicação;
– orientar a adoção de critérios de utilização de marcas para ações de publicidade e de identidade visual, nos sítios e portais dos órgãos do Poder Judiciário;
– orientar as diretrizes básicas para a comunicação digital nos sítios e portais dos órgãos do Poder Judiciário;
– apoiar os integrantes da Secretaria de Comunicação Social nas ações de imprensa que exijam, pela natureza da pauta, articulação interna e participação coordenada no Poder Judiciário.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 27 de Março de 2017
Domingo, 26 de Março de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)