Cassilândia, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

17/03/2007 08:01

TJ/RS aumenta indenização pela inscrição indevida

TJ/RS

A 16ª Câmara Cível do TJRS majorou de R$ 1.750,00 para R$ R$ 10 mil a indenização por danos morais que será paga a cliente pela Brasil Telecom S.A. A empresa inscreveu o nome do cliente indevidamente em cadastro de inadimplentes. A decisão ocorreu em sessão de julgamento realizada nesta quarta-feira (14/3).

O autor da ação de indenização pleiteou na Justiça, também, e obteve, no âmbito da sentença de 1º Grau, a declaração de inexistência de débito. Ao recorrer da condenação que considerou baixa, sustentou que não corresponde aos fatos a alegação de que teria contratado “mensalidade de franquia pulso adicional 150”, com uma média de cobrança de R$ 200 mensais referentes aos 150 pulsos adicionais. A média de consumo era de 100 pulsos mensais, diminuída para 32 pulsos mensais a partir de março de 2005.

A inscrição junto ao Serasa não foi comunicada ao autor, que acabou assinando contrato com empresa de turismo. Os cheques foram devolvidos sob a alegação de que o emitente tinha seu nome em cadastro negativo. A esposa estava presente quando houve a comunicação pela agência de viagens, ficando horrorizada e embaraçada frente a vários clientes que se encontravam na loja.

Para a Desembargadora Helena Ruppenthal Cunha, “cabe estabelecer valor que contemple o binômio reparação/prevenção”. “Diante do dano causado e ainda a reiteração do desrespeito ao consumidor que tem demonstrado a apelada, tenho que o valor de R$ 10 mil mostra-se compatível com a intensidade do dano, não caracterizando enriquecimento ilícito por parte do autor e estando de acordo com o entendimento desta Câmara”, afirmou.

Fixou a Desembargadora que “a verba indenizatória deverá ser paga com valor atualizado desde a data da publicação do acórdão, corrigido pelo IGP-M, acrescida de juros de 1% ao mês, a partir do evento, à título de dano moral”

Participaram também da sessão os Desembargadores Ana Maria Nedel Scalzilli e Ergio Roque Menine, acompanhando o voto da relatora.

Proc. nº 70018287565

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
13:15
Cassilândia
09:00
Maternidade
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)