Cassilândia, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

03/03/2004 10:52

TJ-RJ revoga prisão de diretores da Petrobras

Norma Nery/Agência Brasil

A Petrobras informou por meio de nota que o desembargador Azeredo da Silveira, do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, concedeu liminar em habeas corpus revogando a prisão dos seus diretores de Exploração e Produção, Guilherme Estrela, e de Engenharia, Renato Duque.

A prisão dos dois diretores havia sido decretada pelo juiz titular da 15ª Vara Cível do Rio de Janeiro, Renato Ricardo Barbosa, a partir de uma petição da empresa Marítima Petróleo e Engenharia Limitada, denunciando descumprimento de medida judicial por parte da Petrobras.

“Para a Petrobras, não houve qualquer descumprimento de decisão judicial, pois a Marítima, em sua petição, baseou-se numa decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ) cujo acórdão ainda não foi disponibilizado nem mesmo publicado no Diário Oficial da União”, explica a nota da estatal. A decisão do STJ, ainda de acordo com a nota, implicaria apenas suspensão das licitações relacionadas com as atividades contidas no contrato social da Marítima, dentre as quais não se insere a construção de plataformas, objeto da ação daquela empresa.

A denúncia apresentada pela Marítima, explica a nota, prende-se especificamente a uma licitação que tem por objeto a construção da Plataforma de Rebombeio PRA-1.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
13:15
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)