Cassilândia, Domingo, 28 de Maio de 2017

Últimas Notícias

29/11/2006 15:27

TJ rejeita intenção de André de reduzir duodécimo

Paulo Fernandes / Campo Grande News

As direções atual e eleita do TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) anunciaram que não aceitam a redução no repasse duodécimo de 6,835% para 6,35%. Ontem, eles tiveram reunião com o governador eleito André Puccinelli (PMDB).

O presidente do TJ/MS, desembargador Claudionor Abss Duarte, disse que a Corte não aceita a redução porque o percentual atual já seria escasso para administrar o Poder. De acordo com a assessoria de imprensa do TJ/MS, do percentual repassado, 6% são utilizados para gastos com funcionários, em conformidade com a LRF (Lei de Responsabilidade Fiscal) e, 0,835% são destinados a custeio e investimento.

De acordo com levantamento feito pelo CNJ (Conselho Nacional de Justiça) e divulgado ontem, Mato Grosso do Sul tem o terceiro maior índice de supersalários no Judiciário. São 233 pessoas recebendo acima do teto nos estados que corresponde a 90,25% do subsídio do ministro do STF (Supremo Tribunal Federal). O ministro recebe R$ 24,5 mil.

O Tribunal utiliza recursos do Funjecc (Fundo Especial para instalação, desenvolvimento e aperfeiçoamento das atividades dos Juizados Especiais Cíveis e Criminais) e do spread da Conta Única para possibilitar novos investimentos como construção de fóruns, ampliação de varas, contratação de mais servidores, informatização, aquisição de softwares e equipamentos.

Ainda de acordo com a assessoria, os recursos seriam insuficientes para a manutenção do ativo do Poder Judiciário, que é composto por 63 prédios (46 próprios, quatro alugados, nove cedidos e quatro em convênio), e para o pagamento de 2.768 servidores e 195 magistrados. O Judiciário possui 54 comarcas criadas e outras duas devem ser instaladas até o final do ano.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 28 de Maio de 2017
Sábado, 27 de Maio de 2017
10:00
Receita do Dia
Sexta, 26 de Maio de 2017
10:01
Cassilândia
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)