Cassilândia, Quinta-feira, 24 de Maio de 2018

Últimas Notícias

06/03/2009 13:46

TJ nega revogação de flagrante a procurador Zeolla

Ângela Kempfer, Campo Grande News

Em decisão proferida nesta manhã, o Tribunal de Justiça do Estado negou o pedido para reconsideração da autuação em flagrante do procurador Carlos Alberto Zeolla, preso pelo assassinato do sobrinho, na terça-feira passada. Com a decisão do desembargador Romero Osme Dias, ele continuará preso.

A defesa havia apresentado a solicitação, argumentando que não cabe ao delegado de Polícia Civil autuar um procurador em flagrante.

“Como se trata de um procurador, o delegado pode prender, mas na hora de autuar, quem deve faze-lo é o procurador-geral, devido a lei orgânica do Ministério Público Estadual”, alegou o advogado Ricardo Trad.

Caso o flagrante fosse desconsiderado, o procurador poderia responder ao processo em liberdade. A defesa já recorreu à Procuradoria-Geral de Justiça.

Ontem, após confessar o crime ao Ministério Público Estadual, Zeolla voltou às dependências do Garras. O motivo seria briga familiar entre os dois.

A defesa também tenta a transferência do procurador para prisão hospitalar ou domiciliar. O advogado alega insanidade mental, apresentando laudos de psiquiatras. Segundo o advogado, Carlos Alberto Zeolla não tem condições de permanecer no Garras.

Ricardo Trad irá apresentar hoje laudos médicos e psiquiátricos para serem anexados ao requerimento de insanidade mental. Segundo a defesa, no momento do crime, o procurador não tinha capacidade mental de resolver o caso.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 24 de Maio de 2018
Quarta, 23 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Terça, 22 de Maio de 2018
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)