Cassilândia, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

30/11/2009 17:55

TJ nega indenização a homem que foi bolinado no serviço

Edivaldo Bitencourt, Campo Grande News

Um operador de máquinas de Três Lagoas, ingressou com ação de indenização por danos morais contra um gerente que passou as mãos em suas nádegas. No entanto, ele teve o pedido para receber R$ 46,5 mil (100 salários mínimos) indeferido em primeira e segunda instância do Poder Judiciário.

Na manhã de hoje, a 3ª Turma Cível do TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grossod o Sul) negou o recurso apresentado pelo operário. O relator do caso, desembargador Ildeu de Souza Campos, ressaltou que o dano moral para ser reconhecido requer prova de ter ocorrido dolo ou culpa na conduta do agente causador. Neste caso, não houve prova cabal de haver dolo ou culpa.

A história - Conforme a ação, tudo começou no refeitório da emprsa. O operário, que tem 35 anos, tem 1,75 metro de altura e pesa 115 quilos, estava servindo a refeição, quando o gerente passou as mãos em suas nádegas.

Ele argumentou que a ação do superior hierárquico causou reações jocosas, chacotas e comentários chulos. A vítima do suposto assédio ainda contou que acabou sendo demitido ao tentar montar um sindicato na empresa.

O acusado de assédio alegou que tudo não passou de um cumprimento e negou qualquer reação. Nenhuma testemunha, ouvida pelo juiz de Três Lagoas, Márcio Rogério Alves, presenciou a cena da passagem de mão nas nádegas. O magistrado considerou que não houve prova da prática de ilícito.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
06:50
Loterias
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)