Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

20/11/2010 05:49

TJ nega indenização a advogado que teria sido humilhado

Jorge Almoas, Campo Grande News

A 1ª Turma Cível do TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) negou por unanimidade o pedido de indenização feito por uma advogado, que diz ter sido humilhado por uma notícia veiculada em uma rádio de Aquidauana, cidade localizada a 135 quilômetros de Campo Grande.

O fato narrado pelos dois locutores da Rádio Difusora de Aquidauana era de que o advogado foi conduzido à delegacia de polícia por ter desacatado os policiais militares, além de atrapalhar o serviço da guarnição.

Após noticiar o ocorrido, os locutores teceram comentários sobre a profissão de advogado. Em sua defesa, o bacharel em Direito reclama que a notícia teve caráter degradante e não preservou sua identidade. O advogado disse ainda que os fatos não eram reais, mesmo com registro em boletim de ocorrência.

O pedido de indenização foi julgado improcedente em 1° grau. Na análise do recurso, o desembargador João Maria Los, relator do processo, disse que não há provas de que a matéria publicada pela rádio de Aquidauana tenha causado agressão psíquica, moral ou intelectual, capaz de provocar perturbações.

Na avaliação do desembargador, o advogado diz que os fatos narrados ofenderam sua honra, porém não cita que as informações alegadas pelo suposto prejudicado constavam em documentos policiais.

Lós considera que a matéria jornalística não foi sensacionalista, pois a notícia divulgada foi fiel ao que estava registrado nos boletins de ocorrência policial, não tendo excesso por parte dos radialistas, nem afirmação de que os fatos narrados correspondiam com a verdade.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)