Cassilândia, Quinta-feira, 30 de Março de 2017

Últimas Notícias

29/07/2010 15:02

TJ/MS diz que lei obrigou a conter gastos com pessoal

Aline dos Santos, Campo Grande News

O horário de funcionamento do Poder Judiciário em Mato Grosso do Sul foi alterado para conter gastos com pessoal e não ultrapassar o limite de despesas determinado pela LRF (Lei de Responsabilidade Fiscal).

Resolução aprovada ontem prevê que o expediente, que era das 8h às 18h, passe a ser das 12h às 19h a partir de 1º de setembro. A mudança, em caráter experimental, vai até o dia 28 de fevereiro de 2011.

De acordo com o juiz auxiliar da presidência do TJ/MS (Tribunal de Justiça), Marcelo Rasslan, o tribunal tem prazo de quatro meses para reduzir as despesas com pessoal, que já chega ao limite de 6% da receita líquida do Estado.

“No cálculo da Secretaria do Tesouro Nacional, o tribunal já chegou a 6%. Nos cálculos do TJ o gasto está abaixo, em 5,9%, para não ficar discutindo. Vamos cortar os gastos”, afirma.

Segundo o magistrado, a concentração da força de trabalho no período verpertino vai evitar a contratação de 50 funcionários. Ele enfatiza que as contratações gerariam despesa de 250 mil por mês. “Não que cada um ganhe R$ 5 mil, mas tem os custos com encargos sociais e imposto de renda”, explica.

Conforme o magistrado, a LRF determina demissões caso o limite de gastos seja ultrapassado. “Não podemos perder ninguém e a maioria é concursada”.

O novo horário de funcionamento também deve reduzir as contas de águas e luz em R$ 80 mil por mês. Rasslan afirma que a mudança tem aval da resolução 88 do CNJ (Conselho Nacional de Justiça). “A resolução quer unificar em todo o Brasil o horário de atendimento e jornada de trabalho, que pode ser de 7 horas ininterruptas ou 8 horas em dois períodos”.

O magistrado defende que a mudança, imposta por caráter econômico, também vai resultar em celeridade processual. “Os juizes vão continuar trabalhando de manhã e à tarde, com os cartórios fechados, podem ser organizados os outros serviços”.

Quanto a possíveis reclamações dos servidores do judiciário, que já tem a vida organizada para trabalhar no período da manhã, o juiz lembra que o compromisso é com o poder judiciário. “Eles terão prazo de 30 dias para se adaptarem”.

Ele também afirma que serão comprados materiais como computadores e cadeiras para atender todos os funcionários. “O recurso para material permanente vem de outra fonte, do Funjecc”. O Funjecc [FundoEspecial para Instalação, Desenvolvimento e Aperfeiçoamento das atividades dos Juizados Especiais Cíveis e Criminais] recebe recursos das taxas e custas do judiciário.

O horário de 8h às 19h será mantido nos serviços de protocolo, distribuição e postos de atendimento ao cidadão.

Muito Melhor - Contrária à redução do expediente, a OAB/MS (Ordem dos Advogados do Brasil) já anunciou que deve entrar na justiça contra a mudança, possivelmente com uma Adin (Ação Direta de Inconstitucionalidade).

“A OAB, muito leal, nos disse que era contra. Num primeiro momento, qualquer medida que reduz o acesso a um órgão publico traz repúdio. Mas, com certeza, a OAB verificará que será muito melhor”, avalia Marcelo Rasslan.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 30 de Março de 2017
Quarta, 29 de Março de 2017
20:34
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)