Cassilândia, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

19/01/2004 16:05

TJ/MS: 2003 foi o ano do agravo regimental

TJ/MS

O relatório anual de atividades judiciárias do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, entre outros resultados, demonstra que 2003 foi o ano do Agravo Regimental. O recurso foi utilizado em 1.535 processos, enquanto que, em 2002, registraram-se 874 procedimentos desta natureza.
Embora este número represente apenas 26,23% do número de processos julgados por despacho, ele teve o maior índice de crescimento entre os recursos, aproximadamente 75%. Já o maior volume, segundo o quadro de acompanhamento dos recursos, ficou para os Agravos, com 3.270 processos.
O Agravo (de instrumento ou retido) é um recurso cabível contra decisão interlocutória proferida pelo juízo de primeiro grau. Já o Agravo Regimental, assim denominado porque previsto no regimento interno do tribunal, também denominado de agravo interno, é um recurso que tem como finalidade rever decisão isolada do relator, nos casos em que, por exemplo, nega seguimento de plano a um recurso ou concede medida liminar, nas hipóteses previstas em lei.
Os Mandados de Segurança tiveram uma queda significativa em relação aos números registrados em 2002. De acordo com o quadro, em 2002 foram registrados 1.270 casos e, em 2003, o número de Mandados de Segurança ficou em 938 processos.
Os Habeas Corpus permaneceram estáveis, assim como a Ação Rescisória. Já a Revisão Criminal e os Embargos de Declaração tiveram uma um crescimento médio de 50% em seu volume total.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)