Cassilândia, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

10/06/2014 15:55

TJ determina fornecimento de medicamento para trombofilia

TJMS

TJ determina fornecimento de medicamento para trombofilia
10/06/2014 - 10:38
Esta notícia foi acessada 122 vezes.

Por unanimidade, os desembargadores da 1ª Câmara Cível concederam a ordem do mandado de segurança impetrado por V.R.M.B. contra um ato praticado pelo Secretário de Estado de Saúde de Mato Grosso do Sul e o Secretário Municipal de Saúde de Campo Grande, sobre a negativa de fornecer um medicamento para o tratamento de "trombofilia".

A impetrante, que salienta encontrar-se na 27ª semana de gestação, alega ser portadora de trombofilia hereditária, o que eleva o risco de trombose durante a gravidez e no pós-parto e pede pela concessão da medida liminar, para que lhe seja imediatamente fornecido o remédio Enoxaparina 40 mg, a partir de agora, até 40 dias no pós-parto.

Ambos o impetrados afirmam que o SUS possui o medicamento denominado “heparina”, o qual tem eficácia praticamente idêntica à “enoxaparina”. Alegam ainda que a paciente não tem a opção de escolher determinado medicamento se não comprovou que fez uso das opções disponíveis no SUS e que estas foram ineficazes no seu tratamento.

Segundo o relator do processo, Des. Paschoal Carmello Leandro, o Poder Público não pode se furtar ao dever de prestar efetiva assistência à saúde dos cidadãos, sendo que o direito à saúde e à integridade física deve se sobrepor aos formalismos adotados na disponibilização de tratamento ou de medicamento. Em seu voto, o desembargador afirma ainda que o sistema público de saúde deve fornecer medicamentos e tratamento médico a todos os cidadãos, de forma igualitária.

“Assim, diante da casuística apresentada no presente mandamus, não há possibilidade de negar a presença do direito líquido e certo da impetrante, efetivamente comprovado, a ensejar a concessão da segurança pleiteada. Pelo exposto, com o parecer, concedo a segurança, confirmando a liminar concedida, para assegurar o fornecimento do medicamento à impetrante”, concluiu o relator.

Processo nº 1403239-32.2014.8.12.0000

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
03:14
Loteria
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)