Cassilândia, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

24/06/2004 17:16

TJ decide sobre corte de energia em Pedro Gomes

TJ/MS

A 3ª Turma, em sessão de julgamento ocorrida na segunda-feira (21.06), negou provimento à Apelação nº 2004.006239-7, interposta pela ENERSUL contra a sentença que determinou a impossibilidade da suspensão de fornecimento de energia elétrica da iluminação pública das ruas da comarca de Pedro Gomes, bem como, das escolas e hospitais da cidade.
A decisão foi unânime.
Os Desembargadores entenderam que não pode haver o corte de energia elétrica como forma de compelir o município ao pagamento de débito em atraso, pois a energia é bem essencial à população, constituindo-se em serviço público indispensável, subordinado ao princípio da continuidade de sua prestação, o que impossibilita a sua interrupção. Os Magistrados também lembraram que o corte de energia elétrica atingiria não só o ente público em débito, mas principalmente o cidadão, que ficaria impossibilitado de utilizar as escolas, ruas e hospitais da cidade.
Fatos: O Município de Pedro Gomes, através de seu Prefeito, ajuizou Ação Cautelar contra a ENERSUL, a fim de impedir que a empresa corte o fornecimento de energia elétrica da iluminação pública das ruas, das escolas e dos hospitais da cidade. Alegou que a medição da energia elétrica de Pedro Gomes é feita por estimativa, de modo unilateral pela ENERSUL, e as faturas apresentadas pela empresa têm apresentado valores demasiado elevados quando comparados com os cálculos efetuados pelo Município.
Em resposta, a ENERSUL alegou que a atitude da requerente fere a ordem e a economia públicas, visto que o prejuízo tido pela empresa com o inadimplemento será compensado pelo possível aumento das tarifas, prejudicando a todos os usuários.
A ação foi julgada parcialmente procedente para determinar a impossibilidade da suspensão do fornecimento de energia elétrica da iluminação pública das ruas, escolas e hospitais de Pedro Gomes, com exceção dos demais prédios públicos.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)