Cassilândia, Quinta-feira, 23 de Fevereiro de 2017

Últimas Notícias

24/06/2004 17:16

TJ decide sobre corte de energia em Pedro Gomes

TJ/MS

A 3ª Turma, em sessão de julgamento ocorrida na segunda-feira (21.06), negou provimento à Apelação nº 2004.006239-7, interposta pela ENERSUL contra a sentença que determinou a impossibilidade da suspensão de fornecimento de energia elétrica da iluminação pública das ruas da comarca de Pedro Gomes, bem como, das escolas e hospitais da cidade.
A decisão foi unânime.
Os Desembargadores entenderam que não pode haver o corte de energia elétrica como forma de compelir o município ao pagamento de débito em atraso, pois a energia é bem essencial à população, constituindo-se em serviço público indispensável, subordinado ao princípio da continuidade de sua prestação, o que impossibilita a sua interrupção. Os Magistrados também lembraram que o corte de energia elétrica atingiria não só o ente público em débito, mas principalmente o cidadão, que ficaria impossibilitado de utilizar as escolas, ruas e hospitais da cidade.
Fatos: O Município de Pedro Gomes, através de seu Prefeito, ajuizou Ação Cautelar contra a ENERSUL, a fim de impedir que a empresa corte o fornecimento de energia elétrica da iluminação pública das ruas, das escolas e dos hospitais da cidade. Alegou que a medição da energia elétrica de Pedro Gomes é feita por estimativa, de modo unilateral pela ENERSUL, e as faturas apresentadas pela empresa têm apresentado valores demasiado elevados quando comparados com os cálculos efetuados pelo Município.
Em resposta, a ENERSUL alegou que a atitude da requerente fere a ordem e a economia públicas, visto que o prejuízo tido pela empresa com o inadimplemento será compensado pelo possível aumento das tarifas, prejudicando a todos os usuários.
A ação foi julgada parcialmente procedente para determinar a impossibilidade da suspensão do fornecimento de energia elétrica da iluminação pública das ruas, escolas e hospitais de Pedro Gomes, com exceção dos demais prédios públicos.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 23 de Fevereiro de 2017
Quarta, 22 de Fevereiro de 2017
13:30
Cassilândia
10:00
Receita do dia
Terça, 21 de Fevereiro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)