Cassilândia, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

24/08/2010 16:18

TJ decide amanhã sobre decreto que restringe consignação

Campo Grande News/ Marta Ferreira

Está em pauta na sessão de amanhã do Órgão Especial do TJ (Tribunal de Justiça) a votação do mandado de segurança pela ajuizado pela ABBC (Associação Brasileira dos Bancos) contra o decreto do Governo de Mato Grosso do Sul, de fevereiro deste ano, que restringiu ao Banco do Brasil, instituição que gerencia a folha de pagamento do Estado, a possibilidade de fazer empréstimos consignados ao funcionalismo público estadual.

A entidade conseguiu, em março, uma decisão liminar que suspendeu a validade do decreto, permitindo que outras instituições além do BB continuassem oferecendo crédito aos servidores. O governo entrou com recursos, mas a decisão provisória ainda está valendo e amanhã está previsto o julgamento definitivo.

O argumento da ABBC para derrubar o decreto é que a consignação em folha é direito subjetivo do servidor público, cabendo a ele escolher em qual instituição financeira deseja realizar o crédito consignado.

A entidade argumenta, também, é inconstitucional, pois viola os princípios da legalidade, isonomia, impessoalidade, livre concorrência, livre iniciativa, moralidade e segurança jurídica.

Em sua manifestação, o Governo do Estado, afirmou que uma lei estadual, de nº 1.102/90 autoriza que a administração restrinja as consignações em folha e que a medida não acarreta privilégio ao Banco do Brasil, porque as demais financeiras poderão ainda realizar os empréstimos, apenas sem que haja desconto em folha. A Procuradoria-Geral de Justiça opinou pela concessão do mandado de segurança à ABBC.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
13:15
Cassilândia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)