Cassilândia, Sexta-feira, 22 de Setembro de 2017

Últimas Notícias

18/06/2014 21:23

TJ assegura cirurgia bariátrica gratuita na rede pública de Saúde

Fato Notório

O desembargador Carlos Escher (TJ/GO) negou, monocraticamente, provimento a recurso de apelação cível e manteve a decisão de primeiro grau que garantiu o direito de uma cidadã de realizar cirurgia bariátrica pela rede pública de Saúde.

Caso – O Ministério Público de Goiás ajuizou ação ordinária em face da Secretaria de Saúde do Município de Rio Verde, requerendo que o agente público promovesse, gratuitamente, a cirurgia bariátrica numa mulher carente.

O órgão ministerial explicou que a paciente sofre de superobesidade associada à hipertensão arterial e que o procedimento cirúrgico foi recomendado, com urgência, por seu médico especialista.

A ação foi julgada procedente pelo juízo da Vara das Fazendas Públicas, Registros Públicos e Ambiental de Rio Verde, que determinou ao Município a realização do procedimento cirúrgico. Inconformado, o Município de Rio Verde recorreu da decisão.

Apelação – Relator da matéria, Carlos Escher negou o pedido de reforma da decisão, destacando que a Saúde é um direito de todos os cidadãos e dever do Estado, assegurado pela Constituição Federal (artigo 196).

Fundamentou o desembargador: “Então, correto afirmar que a realização da cirurgia pelo poder público, quando indicada para tratamento de saúde, independe da condição financeira do interessado. Diante da intenção da paciente ser submetida à cirurgia, cabe ao poder público providenciar a realização gratuitamente”.

Órgão: Tribunal de Justiça de Goiás

Número do Processo: 201393639364

Fonte: www.fatonotorio.com.br

 

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 22 de Setembro de 2017
Quinta, 21 de Setembro de 2017
10:00
Receita do dia
06:20
Libertadores da América
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)