Cassilândia, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

05/08/2010 18:07

TJ ainda não editou portaria para mudança de horário

Campo Grande News/ Marta Ferreira

Uma semana após aprovar resolução que determina a redução do horário de atendimento, em caráter experimental, a partir de 1º de setembro, o TJ (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul ainda não oficializou a mudança.

Apesar de haver uma resolução aprovada, a oficialização depende de publicação de portaria no Diário da Justiça e isso ainda não ocorreu.

A alteração proposta pelo TJ provocou reclamação de diversas entidades, entre elas a OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) em Mato Grosso do Sul. Uma campanha contra a mudança foi criada, com a participação da OAB, da Fiems (Federação das Indústrias de MS) e da Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de MS)

Para o presidente da Ordem no Estado, Leonardo Duarte, a demora do Tribunal em publicar a portaria indica que o órgão ainda não tem clareza sobre como será feita a redução de horário. Inicialmente, foi divulgado que o funcionanento do Judiciário para o público passaria a ser das 12h às 19h.

“Quero crer que eles podem voltar atrás”, afirma Leonardo Duarte. Ele protocolou, anteontem, pedido ao Conselho Federal da OAB pedido para ir ao STF contra a mudança de horário pelo TJ.

O argumento é de que o Tribunal estaria desrespeitando a Constituição Federal ao usar uma resolução para fazer alteração que, pelo texto constitucional, é matéria que deve ser tratada em lei.

O Campo Grande News - procurou a assessoria de imprensa do TJ para saber da portaria e a recomendação dada foi de acompanhar o assunto via Diário da Justiça.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
13:15
Cassilândia
09:00
Maternidade
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)