Cassilândia, Sábado, 19 de Outubro de 2019

Últimas Notícias

25/09/2019 14:30

Tijolo ecológico representa Centro-Oeste em prêmio nacional

Governo de Goiás

 

Um tijolo ecológico produzido a partir da mistura de três elementos inusitados garantiu ao Colégio Estadual Dom Veloso, de Itumbiara, lugar entre os 10 selecionados para a etapa final do prêmio Respostas para o Amanhã. A instituição de ensino é a única representante da Região Centro-Oeste na edição 2019 do prêmio.

O projeto que rendeu visibilidade nacional ao colégio utiliza restos de construção, cinza de cana-de-açúcar e garrafas pet para confeccionar tijolos ecologicamente corretos e de alta durabilidade. “São muitos trabalhos e de todas as regiões, e saber que o nosso está entre os 10 finalistas é uma alegria inexplicável”, diz a professora Ayanda Ferreira Nascimento Lima, que está à frente da iniciativa.

Formada em Biologia e cursando o doutorado em Biologia Celular e Molecular Aplicada à Saúde, Ayanda conta que a ideia surgiu para resolver um problema criado a partir de uma reforma feita no colégio. “As obras geraram uma caçamba inteira de resíduos e nós não queríamos que os entulhos fossem descartados no lixão da cidade”, afirma ela.

Garrafas pet
O projeto, intitulado “Engenharia Sustentável: Uso de Resíduos na Fabricação de Tijolos Ecológicos”, foi desenvolvido com a participação de 15 alunos do 2º ano A do Ensino Médio. A professora explica que a partir de pesquisas sobre materiais utilizados na composição dos tijolos, eles descobriram que era possível substituir o cimento por cinza de cana-de-açúcar.

“Acrescida de resíduos de garrafas pet, essa mistura tornava os tijolos ainda mais resistentes. A inovação do nosso projeto foi a associação destes três elementos”, destaca Ayanda. Para testar a resistência do produto, segundo ela, foram realizados dois testes com prensa hidráulica no laboratório de construção civil de uma instituição de ensino superior de Itumbiara. O laudo técnico foi assinado pelo coordenador do curso de Engenharia Civil, Alessandro Oliveira da Silva.

O projeto desenvolvido no colégio estadual de Itumbiara é interdisciplinar e incluiu outras disciplinas. “Na parte de reaproveitamento de resíduos e dos prejuízos ao meio ambiente, tivemos conhecimentos de Biologia. Já o professor de Física, Adriano Rodrigues Teixeira, nos auxiliou nos testes de compressão e absorção de água. E a colaboração da professora de Matemática, Maria Terezinha do Carmo Martins, também foi fundamental, já que para fazer o teste de compressão era preciso medir a área da superfície dos tijolos. Tivemos ainda a participação da professora de Apoio, Joana Cândida da Silva Ferreira, que acompanhou um aluno da turma diagnosticado com síndrome de down”, comenta Ayanda.

Respostas para o futuro
O tijolo ecológico da rede pública estadual já rendeu prêmios à instituição. Na primeira etapa da seleção, o professor-orientador e dois professores parceiros foram premiados com um tablet. Agora a torcida de todos agora é para que o projeto seja selecionado como uma das três melhores experiências da fase final, garantindo ao colégio uma televisão 55’ e um notebook.

O projeto do Dom Veloso está concorrendo com escolas públicas de cidades do Ceará, Piauí, Roraima, Pará, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, São Paulo e Amazonas. Enquanto aguardam o resultado, alunos e professores do colégio estadual estão focados em outro objetivo: arrecadar recursos para levar o projeto à Feira Ciência Jovem, que será realizada no mês de novembro em Pernambuco.

Em sua sexta edição, o prêmio Respostas para o Amanhã já registrou 18 mil projetos e 153 mil estudantes inscritos. O prêmio tem como proposta estimular e reconhecer projetos de investigação e experimentação científica e tecnológica realizados por estudantes do Ensino Médio da rede pública, que venham a apresentar soluções para os problemas enfrentados pela sociedade.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 19 de Outubro de 2019
Sexta, 18 de Outubro de 2019
09:00
Santo do Dia
Quinta, 17 de Outubro de 2019
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)