Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

17/02/2004 14:34

Thomaz Bastos fala sobre caso Waldomiro

Ellis Regina/ABr

O ministro da Justiça, Márcio Tomaz Bastos, admitiu hoje que as denúncias de corrupção contra o ex-subchefe de Assuntos Parlamentares da Presidência da República Waldomiro Diniz podem levar a investigação sobre a atuação do assessor durante o atual governo. Márcio Tomaz Bastos disse acreditar que a investigação poderá ocorrer como medida de cautela necessária ao administrador público. “Com todo o impacto que a fita provocou é de toda a conveniência que o governo faça essa investigação. Eu imagino que o governo possa por prudência fazer um exame nas questões que passaram por Waldomiro Diniz durante o tempo em que ele foi subchefe da Casa Civil”. Por outro lado, o ministro ressalvou que o foco básico do inquérito deve ser o conteúdo relacionado à fita divulgada pela revista Época na semana passada.

Márcio Tomaz Bastos ressaltou que as recomendações do presidente Lula estão sendo enfaticamente cumpridas. Ele destacou que a Polícia Federal tem sido transparente nas investigações e que a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito para investigar o caso é uma decisão que só cabe ao Congresso. “O Ministério Público e a Polícia Federal na jurisdição competente que é o Rio de Janeiro estão fazendo a investigação mais ampla e cabal possível sobre a questão”, acrescentou.

O ministro fez as declarações após reunião com o líder do governo no Senado, Aloizio Mercadante (PT-SP).


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)