Cassilândia, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

17/02/2004 14:34

Thomaz Bastos fala sobre caso Waldomiro

Ellis Regina/ABr

O ministro da Justiça, Márcio Tomaz Bastos, admitiu hoje que as denúncias de corrupção contra o ex-subchefe de Assuntos Parlamentares da Presidência da República Waldomiro Diniz podem levar a investigação sobre a atuação do assessor durante o atual governo. Márcio Tomaz Bastos disse acreditar que a investigação poderá ocorrer como medida de cautela necessária ao administrador público. “Com todo o impacto que a fita provocou é de toda a conveniência que o governo faça essa investigação. Eu imagino que o governo possa por prudência fazer um exame nas questões que passaram por Waldomiro Diniz durante o tempo em que ele foi subchefe da Casa Civil”. Por outro lado, o ministro ressalvou que o foco básico do inquérito deve ser o conteúdo relacionado à fita divulgada pela revista Época na semana passada.

Márcio Tomaz Bastos ressaltou que as recomendações do presidente Lula estão sendo enfaticamente cumpridas. Ele destacou que a Polícia Federal tem sido transparente nas investigações e que a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito para investigar o caso é uma decisão que só cabe ao Congresso. “O Ministério Público e a Polícia Federal na jurisdição competente que é o Rio de Janeiro estão fazendo a investigação mais ampla e cabal possível sobre a questão”, acrescentou.

O ministro fez as declarações após reunião com o líder do governo no Senado, Aloizio Mercadante (PT-SP).


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
06:50
Loterias
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)