Cassilândia, Domingo, 27 de Maio de 2018

Últimas Notícias

07/04/2010 16:00

Terras para demarcação indígena são mantidas em sigilo

Campo Grande News/ Denis Matos

Os deputados federais Dagoberto Nogueira (PDT) e Vander Loubet (PT) irão entregar, hoje à tarde, à presidência da República o relatório das propriedades rurais que o governo federal pretende comprar para resolver a questão indígena no Estado. A localidade exata das terras é mantida em sigilo para evitar especulações e retaliações aos proprietários.

O presidente da República, Luis Inácio Lula da Silva (PT), solicitou que se encontrassem áreas para as populações indígenas do Estado que demandam terras e que o governo está disposto a comprá-las através do Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária), que pagará o valor integral das propriedades. O pedido foi feito aos dois deputados federais e à Acrissul no final de fevereiro.

De acordo com Dagoberto, haverá uma reunião com Gilberto Carvalho, chefe de gabinete de Lula, na tarde de hoje e será entregue o relatório com todas as terras a venda.

São 67.500 hectares de terras distribuídas em doze municípios: Dourados, Juti, Amambai, Rio Brilhante, Paranhos, Sidrolândia, Dois Irmãos do Buriti, Guia Lopes da Laguna, Miranda, Antônio João, Maracaju e Ponta Porã.

O relatório foi coordenado pela Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul), que teve dificuldades em encontrar propriedades no município de Dourados, onde o problema de terras indígenas é acentuado.

O nome das propriedades é mantido em sigilo até a venda ser efetuada.

De acordo com Jonathan Barbosa, vice-presidente da Acrissul, a medida serve para evitar retaliações aos produtores: “Se o vizinho desse produtor descobre que ele vendeu as terras para ser ocupada por índios, ele pode querer pressionar e evitar a venda. Apenas depois de concluída a venda as áreas serão divulgadas”, explicou.

Dagoberto disse que após a entrega do relatório, Carvalho irá despachar com o presidente e marcar uma agenda para o início da compra das propriedades.

Lula havia solicitado urgência na questão, para que efetue a compra antes do fim de seu mandato.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 27 de Maio de 2018
Sábado, 26 de Maio de 2018
14:57
Cassilândia
10:00
Receita do dia
Sexta, 25 de Maio de 2018
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)