Cassilândia, Segunda-feira, 24 de Abril de 2017

Últimas Notícias

27/11/2008 09:36

Terra já vale menos, segundo levantamento

FNP

Encolhimento do agronegócio reduz valor do preço do hectare em 0,1% .

A crise financeira, que restringiu o crédito e derrubou os preços das commodities agrícolas e minerais, também já afeta o mercado de terras no Brasil.

Nos últimos 12 meses, a valorização média dos preços das terras foi de 12,5%, mas em termos nominais. "Descontando-se a inflação no período, houve queda de 0,1% em 12 meses, o que significa que já começa a haver perda de patrimônio", diz Jacqueline Bierhals, analista da consultoria Agra FNP.

Segundo levantamento da Agra FNP, de setembro a outubro o preço das terras, em média, foi de R$ 4.341/hectare, contra R$ 4.334/hectare, de julho a agosto.

O levantamento mostra ainda que, na média de 36 meses atrás (R$ 3.082/hectare), houve valorização de 40,9%. Diante de uma inflação acumulada de 23,6% no período, o ganho real ficou em 5,4%. Jacqueline considera que o momento é "de espera, de suspensão dos negócios até que a verdadeira extensão dessa crise seja conhecida".

O impacto maior da crise ocorre nas áreas das novas fronteiras agrícolas, principalmente na região conhecida por Mapito (Maranhão-Piauí-Tocantis) e o no Oeste baiano, no qual se concentram os investimentos de grupos estrangeiros na compra de terras.

"A maioria dos negócios engatilhados foi adiada para o início de 2009, mas nada garante que o prazo não venha a ser estendido. Vale ressaltar, contudo, que não houve queda nos preços na região", diz Jacqueline.

Apesar de o agronegócio do Centro-Oeste ser o mais atingido pela crise, devido à queda dos preços que acentua o alto custo da logística, a região foi a que teve a maior valorização em 36 meses nos preços das terras.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 24 de Abril de 2017
10:00
Receita do dia
Domingo, 23 de Abril de 2017
09:00
Maternidade
Sábado, 22 de Abril de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)