Cassilândia, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

27/11/2008 09:36

Terra já vale menos, segundo levantamento

FNP

Encolhimento do agronegócio reduz valor do preço do hectare em 0,1% .

A crise financeira, que restringiu o crédito e derrubou os preços das commodities agrícolas e minerais, também já afeta o mercado de terras no Brasil.

Nos últimos 12 meses, a valorização média dos preços das terras foi de 12,5%, mas em termos nominais. "Descontando-se a inflação no período, houve queda de 0,1% em 12 meses, o que significa que já começa a haver perda de patrimônio", diz Jacqueline Bierhals, analista da consultoria Agra FNP.

Segundo levantamento da Agra FNP, de setembro a outubro o preço das terras, em média, foi de R$ 4.341/hectare, contra R$ 4.334/hectare, de julho a agosto.

O levantamento mostra ainda que, na média de 36 meses atrás (R$ 3.082/hectare), houve valorização de 40,9%. Diante de uma inflação acumulada de 23,6% no período, o ganho real ficou em 5,4%. Jacqueline considera que o momento é "de espera, de suspensão dos negócios até que a verdadeira extensão dessa crise seja conhecida".

O impacto maior da crise ocorre nas áreas das novas fronteiras agrícolas, principalmente na região conhecida por Mapito (Maranhão-Piauí-Tocantis) e o no Oeste baiano, no qual se concentram os investimentos de grupos estrangeiros na compra de terras.

"A maioria dos negócios engatilhados foi adiada para o início de 2009, mas nada garante que o prazo não venha a ser estendido. Vale ressaltar, contudo, que não houve queda nos preços na região", diz Jacqueline.

Apesar de o agronegócio do Centro-Oeste ser o mais atingido pela crise, devido à queda dos preços que acentua o alto custo da logística, a região foi a que teve a maior valorização em 36 meses nos preços das terras.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)