Cassilândia, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

26/09/2005 15:59

Termina na 4ª feira inscrições para concurso na PM/SP

Termina na quart-feira, o prazo para inscrições do concurso da Polícia Militar do Estado de São Paulo, são 2.000 vagas para soldado temporário voluntário. As inscrições podem ser feitas pela internet, no endereço www.nossacaixa.com.br.

Abaixo o edital completo do concurso:

SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA
POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO
DIRETORIA DE PESSOAL
São Paulo, 12 de setembro de 2005.
Com base na Lei Federal nº 10.029 de 20 de outubro de 2000 e de acordo com a Lei Estadual nº 11.064 de 08 de março de 2002, foi instituída a prestação de serviço voluntário na Polícia Militar do Estado de São Paulo. Será executado pelo Estado processo seletivo para admissão à prestação de serviço voluntário, respeitando, preferencialmente, a área circunscricionada pela respectiva Organização Policial Militar para a qual o voluntário fez sua opção, de acordo com o mapa constantes no anexo “D”.

EDITAL DP – 29/311/05.

A Diretoria de Pessoal da Polícia Militar do Estado de São Paulo, torna pública a abertura de inscrições para o processo seletivo, regido por este Edital, à prestação de serviço voluntário no Estado de São Paulo, visando o preenchimento de 2.000 (dois mil) postos de serviço voluntário (masculino), distribuídos conforme anexo “D”.

1. DAS INSCRIÇÕES

1.1 As inscrições serão recebidas somente via internet, através do site www.nossacaixa.com.br do Banco Nossa Caixa, nos dias 26, 27 e 28 de setembro de 2005.
1.2 Na impossibilidade de acesso à internet, o candidato deverá procurar os postos do Poupatempo ou Infocentro constantes no anexo “E” ou Unidades da Polícia Militar.
1.3 Os candidatos deverão acessar, nos dias 26, 27 e 28 de setembro de 2005, o site referido no subitem 1.1, no qual constará “link” para todas as informações relativas à inscrição e efetivação.
1.4 São condições de inscrição:
a. Ser brasileiro;
b. Ter idade compreendida entre dezoito e menor de vinte e três anos, apurada na data da inscrição;
c. Ter concluído o curso de ensino fundamental ou equivalente até a data da inscrição;
d. Ter estatura mínima, descalço e descoberto, de 1,65 m;
e. Estar em dia com as obrigações militares;
f. Estar em dia com as obrigações eleitorais e no pleno exercício dos direitos políticos;
g. Possuir Certificado de Reservista de 1ª ou 2ª categoria ou Certificado de Dispensa de Incorporação;
h. Não possuir antecedentes criminais;
i. Outros quesitos que constam na Lei Estadual n.º 11.064, de 08 de março de 2002.
1.5 As condições de inscrição elencadas no subitem anterior deverão ser comprovadas quando da convocação para entrega de documentação prevista no subitem 5.1.
2. DOS PROCEDIMENTOS PARA INSCRIÇÃO
2.1 Consultar o site referido no subitem 1.1.
2.2 O boleto bancário ou documento de arrecadação, disponível no endereço eletrônico www.nossacaixa.com.br, deverá ser impresso, para pagamento do valor da inscrição após a conclusão do preenchimento da ficha de inscrição on-line.
2.3 As inscrições efetuadas serão confirmadas após a compensação do pagamento do valor da inscrição.
2.4 É de exclusiva responsabilidade do candidato, sob penas da lei, a informação dos dados cadastrais prestadas no ato da inscrição.
2.5 O candidato deverá atentar para a recolha do valor de 0,55 (zero, cinqüenta e cinco) UFESP, mais taxa bancária, referente ao pagamento do reembolso para as despesas do processo seletivo, consoante orientação a ser fornecida no site referido no subitem 1.1.
2.6 Serão canceladas as inscrições com pagamentos através de fichas de compensação pela internet por um valor menor do que o estabelecido e pagamentos com cheques devolvidos pela compensação.
2.7 Não será efetivada a inscrição do candidato, caso haja qualquer descumprimento das instruções contidas no Edital.
3. DO PROCESSO SELETIVO
3.1 O presente processo seletivo constará de provas, iniciando-se com a prova de escolaridade, devendo o candidato, no ato da inscrição, tomar ciência do período em que será divulgado o local da realização da prova de escolaridade.
3.2 O processo seletivo constituir-se-á de 02 (duas) fases distintas, sendo a fase inicial subdividida em etapas:
a. Prova de escolaridade (ensino fundamental);
b. Prova de condicionamento físico, mediante apresentação de atestado médico expedido por órgão público ou particular de saúde, com a finalidade específica para participação nos testes estipulados no anexo “B” do presente Edital;
3.3 Na fase inicial referida no subitem anterior, a seqüência das etapas, obedecerá a critérios da Administração, ficando apto a participar da Fase Final o candidato que for aprovado em todas as etapas, de caráter eliminatório.
3.4 A Fase Final abrangerá:
a. Investigação Social: mediante autorização do candidato (preenchimento de formulário específico);
b. Entrega de certidões de antecedentes criminais expedidas por órgãos oficiais, atestado médico expedido por órgão público ou privado de saúde, bem como demais documentos comprobatórios das condições de inscrição, quando da convocação final;
4. DA FASE INICIAL
4.1 Da prova de escolaridade
4.1.1 A prova de escolaridade será elaborada pela Diretoria de Pessoal, com dificuldade correspondente ao ensino fundamental, com caráter eliminatório, abrangendo as matérias constantes no anexo “A”.
4.1.2 Com valor de 100 (cem) pontos, será composta por 50 (cinqüenta) questões objetivas de múltipla escolha – 20 (vinte) questões de Língua Portuguesa, 15 (quinze) questões de Matemática e 15 (quinze) questões de Conhecimentos Gerais, valendo 02 (dois) pontos cada questão, com valores respectivos de 40, 30 e 30 pontos, sendo convocado o candidato que obtiver classificação dentro da quantidade estipulada para a 2ª etapa, ou seja, 03 (três) vezes o número de postos de serviço voluntário, conforme anexo “D”.
4.1.3 Cada questão terá 05 (cinco) alternativas, sendo somente uma a correta.
4.1.4 Será entregue ao candidato Caderno de Questões e folha de respostas.
4.1.5 A folha de respostas deverá ser preenchida a caneta esferográfica preta, anulando-se as efetuadas a lápis ou por outro meio.
4.1.6 A data da prova de escolaridade será dia 30 de outubro de 2005 e os locais de aplicação serão divulgados no site www.polmil.sp.gov.br no período de 25 a 29 de outubro de 2005.
4.1.7 A prova terá início às 09:00h, os portões de acesso ao local da prova de escolaridade serão fechados 15 (quinze) minutos antes do início da prova, não sendo permitido o ingresso de qualquer candidato após esse horário.
4.1.8 O candidato, ao adentrar ao local de prova, deverá procurar nas listagens afixadas qual sua respectiva sala de aula, dirigindo-se para esta.
4.1.9 Na sala de aula não será permitido que o candidato faça uso de "walkman", rádio, calculadora, “pager”, telefone celular ou qualquer outro objeto que, por análise dos Fiscais ou Aplicador de prova, compreenda que possa atrapalhar o bom desenvolvimento do exame.
4.1.10 A prova terá a duração de 02 (duas) horas, já incluído o tempo para preenchimento da Folha de Respostas.
4.1.11 O candidato somente poderá deixar a sala de aula após decorrido 01 (uma) hora de prova, sendo eliminado o candidato que sair antes desse tempo.
4.1.12 Ao término da realização da prova de escolaridade, o candidato deverá entregar somente a folha de respostas.
4.1.13 O candidato que for surpreendido utilizando-se de meios ilícitos terá sua prova recolhida, sendo eliminado do processo seletivo.
4.1.14 A data da divulgação do resultado da prova de escolaridade será fornecida no dia da realização da prova.
4.1.15 Não serão fornecidos resultados por telefone, sendo que o resultado dos aprovados estará disponível no site www.polmil.sp.gov.br.
4.1.16 Será publicada a lista de classificação preliminar, obtida por meio de notas na prova de escolaridade, sendo convocados para prosseguir no processo seletivo, os classificados dentro da proporção de candidatos por postos de serviço voluntário, ou seja, 3 (três) vezes o número de postos de serviço voluntário previstos para o processo seletivo.
4.1.17 Os candidatos empatados na última nota de classificação serão convocados a prosseguir no processo seletivo, mesmo ultrapassando o limite previsto no subitem anterior.
4.1.18 A critério da Administração, não sendo preenchidos os postos de serviço do Edital em decorrência de reprovação dos candidatos inicialmente convocados, ou em virtude de vagas nos postos de serviço então existentes, poderão ser convocados para prosseguirem no processo seletivo os demais candidatos na ordem de classificação dentro da proporção de candidatos por postos de serviço, ou seja, 3 (três) vezes o número de postos de serviço, de acordo com o previsto no subitem 4.1.16.

4.2 Da prova de condicionamento físico
4.2.1 A aplicação da prova de condicionamento físico, de caráter eliminatório, será realizada pelo Centro de Capacitação Física e Operacional (CCFO) ou sob sua supervisão.
4.2.2 Para a realização da prova de condicionamento físico, o candidato deverá apresentar atestado médico expedido por órgão público ou privado de saúde, com a finalidade específica para a participação nos testes estipulados no anexo “B” do presente Edital.
4.2.3 Serão válidos apenas os atestados emitidos no período de 30 (trinta) dias anteriores a data marcada para a realização da prova de condicionamento físico.
4.2.4 A prova de condicionamento físico será composta, obrigatoriamente, pelos seguintes testes:
a) Resistência Abdominal em Decúbito Dorsal (tipo remador);
b) Corrida de 12 minutos;
4.2.5 Cada um dos testes previstos no subitem anterior terá a pontuação compreendida entre 10 (dez) e 100 (cem) pontos, conforme discriminação da tabela constante no anexo "B".
4.2.6 Para o candidato ser considerado apto na prova de condicionamento físico é necessário alcançar 60 (sessenta) pontos na somatória geral obtida nos dois testes, adotando-se como índice mínimo por teste a marca correspondente ao valor de 10 (dez) pontos.
4.2.7 O candidato que, em qualquer dos testes, não obtiver a pontuação mínima será considerado inapto, independentemente das demais pontuações.
4.2.8 Os testes serão realizados em um único dia, somente sendo considerado válido o resultado final obtido dessa forma.
4.2.9 Não haverá repetição na execução dos testes, exceto nos casos em que a banca examinadora reconhecer, expressamente, a ocorrência de falhas técnicas em sua aplicação, falhas essas para as quais o candidato não tenha dado causa e que efetivamente tenham prejudicado seu desempenho.
4.2.10 A banca examinadora nomeada poderá cancelar ou interromper a prova de condicionamento físico, caso considere que não existam as condições necessárias para garantir a integridade física dos candidatos e evitar prejuízos a seu desempenho, devendo estipular nova data e divulgá-la na ocasião, sendo certo que os candidatos realizarão todos os testes novamente, desprezando-se os resultados já obtidos.
4.2.11 As eventuais anormalidades observadas com os candidatos durante a aplicação da prova de condicionamento físico serão registradas pela banca examinadora e comunicadas ao Centro Médico para subsidiar novos exames de saúde, podendo motivar, inclusive, o impedimento da aplicação dos testes físicos nos candidatos que assim forem detectados, visando preservar a integridade física dos mesmos.
4.2.12 O aquecimento e alongamento para a realização dos testes físicos serão de responsabilidade do candidato.

4.3 Dos exames médicos
4.3.1 Ter boa saúde, comprovada mediante atestado de saúde expedido por órgão público de saúde ou particular, visando a realização da prova de condicionamento físico; para fins de convocação final, o candidato deverá apresentar atestado expedido por órgão público de saúde.
4.3.2 A Diretoria de Saúde adotará as providências necessárias para aferir a altura dos candidatos que irão iniciar a prestação do Serviço Auxiliar Voluntário, a ser realizado no CPA/M ou CPI da respectiva área de serviço, sendo tal procedimento de responsabilidade do Oficial Médico da UIS da Unidade correspondente.
5. DA FASE FINAL
5.1 Comprovação das condições de inscrição e preenchimento do formulário para Investigação Social (IS).
5.1.1 Para comprovação das condições de inscrição, o candidato deverá fornecer cópia autenticada dos seguintes documentos:
a. RG;
b. Cadastro de Pessoa Física;
c. Título de Eleitor e comprovante da última votação;
d. Certificado de Reservista de 1ª ou 2ª categoria ou Certificado de Dispensa de Incorporação;
e. Certidão de Nascimento ou Casamento;
f. Certificado de conclusão ou Diploma do ensino fundamental ou equivalente, no mínimo.
5.1.2 Deverá, ainda, na mesma oportunidade, fornecer os seguintes documentos:
a. Certidão negativa de antecedentes criminais;
b. Certidão expedida pela Justiça Eleitoral comprovando estar em dia com as obrigações eleitorais e no pleno exercício dos direitos políticos, caso não supra o exigido na alínea "c" do subitem anterior;
c. Certidão expedida pelo órgão a que pertenceu, informando se responde ou se já respondeu a algum processo administrativo, contendo, em caso positivo, breve resumo dos fatos, caso tenha sido funcionário público pertencente à União, Estado, Distrito Federal ou Município.
d. Atestado de saúde, expedido por órgão público ou privado de saúde.
5.1.3 Para o preenchimento do formulário de Investigação Social o candidato deverá fornecer:
a. 01 (uma) cópia simples do RG;
b. 01 (uma) cópia simples do Certificado de Dispensa de Incorporação (CDI), caso tenha sido dispensado do serviço militar;
c. 01 (uma) cópia simples do Certificado de Reservista.
5.1.4 Deverá ainda, na mesma oportunidade:
a. Fornecer 02 (duas) fotos recentes tipo 5x7;
b. Cópia simples da Declaração de comportamento ou Diploma de Honra ao Mérito.
5.1.5 A investigação social, realizada pelo órgão técnico da Polícia Militar do Estado de São Paulo (PM-2), tem por finalidade averiguar sobre a vida pregressa e atual do candidato, quer seja social, moral, profissional, escolar, impedindo que indivíduo com perfil incompatível exerça a prestação de serviço voluntário, sendo que o próprio candidato fornecerá os dados para tal averiguação, autorizando seu procedimento.
5.1.6 A investigação social da vida pregressa do candidato é realizada por força de legislação, que estabelece a apuração da conduta e idoneidade do candidato, ou seja, exigência de conduta irrepreensível, apurada em investigação sigilosa, pelo órgão competente da Corporação, que também possui caráter eliminatório.
5.1.7 A investigação social será realizada de tal forma que identifique condutas inadequadas dos candidatos, impedindo a liberação e aprovação de:
a. toxicômanos;
b. pessoas com antecedentes criminais;
c. traficantes;
d. alcoólatras;
e. procurados pela Justiça;
f. ociosos, sem pendor para a prestação voluntária de serviços administrativos;
g. violentos e agressivos;
h. possuidores de certificados escolares inidôneos ou inválidos ou não reconhecidos pelo Ministério da Educação e Cultura (MEC);
i. inadimplentes em compromissos financeiros mediante consulta aos órgãos de controle e proteção ao crédito.
5.1.8 A inexatidão dos dados fornecidos pelo candidato ou irregularidades na documentação apresentada, ainda que verificadas posteriormente, bem como o não cumprimento dos prazos para a apresentação de documentos, determinam a nulidade e a conseqüente eliminação do processo seletivo.
5.1.9 Basta o candidato ser considerado inapto em qualquer uma das etapas da Fase Final para que seja considerado definitivamente reprovado no processo seletivo.

6. DA CLASSIFICAÇÃO
6.1 A classificação final dos candidatos será apurada pelos pontos obtidos na prova de escolaridade, em ordem decrescente, respeitando o número do total de postos de serviço voluntário existentes na área do município, ou, se na Capital, na região para qual o candidato fez sua opção no ato da inscrição.
6.2 Em caso de empate, os critérios de desempate serão da seguinte conformidade e ordem:
a. 1º critério – o de maior idade;
b. 2º critério – casado; ou
c. 3º critério – n.º de filhos.
6.3 O candidato por ordem de classificação optará em prestar serviços nas Unidades da área do município, ou, se na Capital na região escolhida no ato da inscrição, constantes no anexo “D”.
6.4. O resultado final do processo seletivo será divulgado no Diário Oficial do Estado (D.O.E), site www.imesp.com.br e no site www.polmil.sp.gov.br.
6.5 Será divulgado no site www.polmil.sp.gov.br, lista de espera por ordem de classificação dos candidatos que aguardarão abertura de postos em virtude de desistências daqueles que tiveram aprovação inicial.
6.6 Os candidatos constantes da lista de espera deverão comparecer em data, horário e local de acordo com as mesmas especificações do subitem acima, onde aguardarão abertura de postos, uma vez que os candidatos aprovados que não comparecerem serão declarados desistentes, assim como os da lista de espera, que também não estiverem presentes naquela data.

7. DO INÍCIO DO SERVIÇO AUXILIAR VOLUNTÁRIO
7.1 Para ser Sd PM Temporário, o candidato regularmente inscrito, deverá lograr aprovação em todas as fases do processo seletivo e obter classificação dentro da quantidade de postos de serviço voluntário respeitando a área do município ou, se na Capital, a região para a qual o voluntário fez sua opção, de acordo com o mapa constantes no anexo “D”.
7.2 A Diretoria de Pessoal fará publicar em Diário Oficial do Estado (D.O.E), site www.imesp.com.br o ato de início da prestação do serviço auxiliar voluntário dos candidatos aprovados em todas as fases do processo seletivo, que terá duração de um ano, prorrogável por, no máximo, igual período, nos termos do artigo 6º da Lei Estadual n.º 11.064, de 08/03/02.
7.3 A apresentação voluntária do candidato para o início da prestação do serviço auxiliar voluntário, na Organização Policial Militar (OPM) designada, caracterizará o início do prazo de duração da prestação do serviço a ser executado, momento em que a Diretoria de Ensino iniciará o curso específico de treinamento e a Diretoria de Pessoal, fará publicar o ato de início da prestação do Serviço Auxiliar Voluntário em Diário Oficial do Estado (D.O.E), site www.imesp.com.br.
8. DO INÍCIO DO CURSO
8.1 A apresentação voluntária do candidato para a prestação do Serviço Auxiliar Voluntário na Polícia Militar do Estado de São Paulo dar-se-á em caráter de estágio inicial de 60 (sessenta) dias de treinamento, destinado à adaptação, conhecimento da Instituição e formação profissional e mais 30 (trinta) dias de estágio prático na OPM em que for designado, tudo de acordo com a legislação em vigor, sob responsabilidade da Diretoria de Ensino, sendo também verificados os seguintes aspectos:
a. Conduta ilibada, na vida pública e na vida privada, caracterizada por um comportamento irrepreensível para exercer a prestação voluntária, quer seja em seu convívio social, moral, escolar, trabalhista, independentemente de possuir ou não antecedentes criminais;
b. idoneidade;
c. aptidão para o desempenho do serviço, onde será verificado o pendor e a vocação para o desempenho da prestação do serviço auxiliar voluntário;
d. disciplina, a ser apurada por seu Comandante imediato, através de conceito, durante o estágio;
e. dedicação a prestação do serviço auxiliar voluntário;
f. aproveitamento escolar, conforme normas da Diretoria de Ensino e Instrução;
g. Perfil sociológico e psicológico compatível com o desempenho da prestação do serviço, se armado;
h. adequação física e mental.
8.2 A verificação dos requisitos expressos no item anterior será feita a qualquer tempo, enquanto perdurar o curso, por iniciativa do Comandante do Sd PM Temporário ou por iniciativa dos órgãos competentes da Polícia Militar.
8.3 A apuração da conduta e da idoneidade de que tratam as letras ¨a¨ e ¨b¨ do subitem 8.1, que abrangerá o tempo anterior ao início do curso, será efetuada pelo órgão competente da Polícia Militar, em caráter sigiloso.
8.4 O Sd PM Temporário será considerado apto para a prestação de serviço auxiliar voluntário, desde que conclua com aproveitamento o curso, de acordo com os critérios estabelecidos pela Diretoria de Ensino, em atenção ao disposto na Lei Federal n.º 10.029, de 20 de outubro de 2000, Lei Estadual n.º 11.064, de 08 de março de 2002 e Portaria do Cmt G PM1-01de fevereiro de 2004 e seja liberado pela Investigação Social.
8.5 Após conclusão do curso o Sd PM Temporário será designado para prestar serviço, na Organização Policial Militar, para a qual fez opção de servir no momento em que efetivou sua inscrição, desempenhando serviços administrativos, serviços auxiliares de saúde e defesa civil.
9. DO DESLIGAMENTO

9.1 Será desligado da prestação do serviço o Sd PM Temporário que não concluir o curso com o grau satisfatório ou, a qualquer tempo, se:
a. requerer;
b. deixar de preencher quaisquer dos requisitos estabelecidos nos incisos I, II, III e IV do Art. 7º da Lei Estadual n.º 11.064, de 08 de março de 2002 e das instruções complementares;
c. por deliberação do órgão de saúde da Polícia Militar, ficar impedido de participar das atividades curriculares do estágio, pelo prazo fixado em diretrizes próprias, não se aplicando quando o impedimento for decorrente de atividades curriculares.
9.2 O Comandante, ao perceber que o Sd PM Temporário não mais corresponde no desempenho de suas atividades e a administração pública está sendo prejudicada, deverá propor à Diretoria de Pessoal seu desligamento imediato da prestação do serviço.
10. DAS PRESCRIÇÕES DIVERSAS
10.1 O ato de inscrição presume o conhecimento e aceitação, por parte do candidato, das condições estabelecidas para o processo seletivo.
10.2 O resultado final estará disponível no site www.polmil.sp.gov.br e no Diário Oficial do Estado (D.O.E) site www.imesp.com.br.
10.3 O candidato deverá comparecer nos locais, datas e horários designados para as provas e exames, munido do comprovante de inscrição e Cédula de Identidade originais.
10.4 Os candidatos remanescentes, que forem convocados após 365 dias da publicação do resultado final do processo seletivo deverão apresentar novo atestado de saúde, antes do início do curso.
10.5 O candidato que faltar, chegar atrasado ou se apresentar em local diferente do estabelecido, em quaisquer das etapas das fases do processo seletivo, independente do motivo, estará automaticamente eliminado do processo seletivo.
10.6 Qualquer candidato poderá, ainda que aprovado, ser convocado a realizar exames complementares, ou novos exames, em qualquer época, a critério exclusivo da comissão examinadora.
10.7 Os requisitos de inscrição que, por sua peculiaridade, não forem comprovados no ato desta, serão verificados durante as etapas do processo seletivo ou, ainda, se necessário, no início do curso específico de treinamento, após deliberação por parte da Comissão Examinadora;
10.8 Nenhum candidato poderá ser convocado para início do curso sem prévia liberação do Setor de Investigação Social e da Área de Saúde da Polícia Militar.
10.9 No caso de extravio ou subtração de documento necessário para realização da prova escrita, o candidato deverá identificar-se mediante apresentação de outro documento de fé pública com foto.
10.10 A inexatidão de dados fornecidos pelo candidato bem como a irregularidade na documentação apresentada ou a não entrega da mesma na data estabelecida pela administração pública, ainda que verificadas posteriormente, determinam a nulidade da inscrição e a conseqüente eliminação do processo seletivo.
10.11 Os documentos comprobatórios das condições de inscrição previstos nas letras “a”, “b”, “c” e “g” do subitem 1.4, exigidos no subitem 5.1.1, deverão ter data de expedição igual ou anterior à data de inscrição, sendo que qualquer documento expedido, atestando condições em data posterior, determinará a eliminação do candidato no processo seletivo.
10.12 O candidato que desrespeitar quaisquer das pessoas integrantes da aplicação de prova, ou, durante esta, se portar de modo inconveniente será eliminado do processo seletivo, sem prejuízo das sanções penais e cíveis.
10.13 Será designada pelo Comandante Geral da Polícia Militar do Estado de São Paulo Comissão Examinadora, constituída com a finalidade de elaborar, aplicar, corrigir e avaliar as provas e exames do presente processo seletivo.
10.14 O presidente do processo seletivo é o Diretor de Pessoal, cuja sede funcional se encontra localizada na Avenida Cruzeiro do Sul, 260 – Canindé – São Paulo – SP.
10.15 Os casos não previstos serão analisados e decididos pela Comissão Examinadora.
10.16 Não se concederá revisão ou vistas de provas e recursos em quaisquer das etapas das fases do processo seletivo, sem fundamentação juridicamente relevante e pertinente.
10.17 Em qualquer das etapas das duas fases do processo seletivo o candidato, além de estar portando o comprovante de inscrição e cédula de identidade originais, deverá assinar a lista de presença, sendo que a ausência de assinatura caracteriza sua falta.

ANEXO "A"
PROGRAMA DE MATÉRIAS
1. Conhecimentos Gerais:
1.1 História: 2ª Guerra Mundial, Revolução Francesa, Revolução Inglesa, Revolução Industrial, Reformas Religiosas, Período Republicano Brasileiro, Capitalismo, Revoltas, Brasil Colonial (colonização), Independência e Constituição e Presidentes do Brasil.
1.2 Geografia: Regiões geográficas da Europa e os países de tradição industrial; Aspectos geográficos da Europa e América.
1.3 Geografia Brasileira: Recursos Energéticos, Relevo, Vegetação, Climas e Localização.
1.4 Atualidades.

2. Língua Portuguesa:

2.1 Interpretação de texto;
2.2 Separação silábica;
2.3 Adjetivos, Gênero, Número e Grau;
2.4 Sinônimos;
2.5 Antônimos;
2.6 Gênero e Número dos Substantivos;
2.7 Dígrafos, Encontros Consonantais e Encontros Vocálicos;
2.8 Adjuntos adverbiais;
2.9 Pronome;
2.10 Acentuação Gráfica, Crase e Trema;
2.11 Ortografia;
2.12 Pontuação;
2.13 Verbo.

3. Matemática:

3.1 Expressão Algébrica;
3.2 Radiciação – Extração da raiz quadrada;
3.3 Conjuntos;
3.4 Múltiplos;
3.5 Problemas sobre perímetro e área;
3.6 Adição;
3.7 Cálculo do m.m.c.;
3.8 Geometria- polígonos;
3.9 Potenciação.

ANEXO "B"
TESTE DE APTIDÃO FÍSICA - TABELA DE PONTUAÇÃO
Até 20 anos

Exercícios: Abdominal aplicado no período de 1”00 (um minuto)
Quantidade - Pontuação:
14 até 26-0; 28-10; 30-20; 32-30; 34-40; 36-50; 38-60; 40-70; 42-80; 44-90; 46-100.

Exercícios: Corrida de 12 minutos
Distancia - Pontuação:
1400 até 2000-0; 2100-10; 2200-20; 2300-30; 2400-40; 2500-50; 2600-60; 2700-70; 2800-80; 2900-90; 3000-100.

De 21 a 22 anos

Exercícios: Abdominal aplicado no período de 1”00 (um minuto)
Quantidade - Pontuação:
14 até 24-0; 26-10; 28-20; 30-30; 32-40; 34-50; 36-60; 38-70; 40-80; 42-90; 44-100.

Exercícios: Corrida de 12 minutos:
Distância - Pontuação:
1400 até 1900-0; 2000-10; 2100-20; 2200-30; 2300-40; 2400-50; 2500-60; 2600-70; 2700-80; 2800-90; 2900-100.


ANEXO “C”
FORMAS DE REALIZAÇÃO DOS TESTES FÍSICOS

Para a realização dos testes físicos os candidatos deverão trajar vestimenta adequada.
1) TESTE ABDOMINAL
a) o avaliado coloca-se em decúbito dorsal com o corpo completamente estendido, tendo os braços no prolongamento do corpo. O avaliado por contração de musculatura abdominal, curva-se a posição sentada, flexionando simultaneamente os joelhos, pelo menos até o nível em que ocorra a passagem dos braços estendidos e paralelos ao solo, ao lado dos joelhos, tomando-se por base os cotovelos, os quais devem ultrapassar a linha formada pelos joelhos retornando o avaliado a posição inicial (decúbito dorsal) até que toque o solo com as mãos. A partir dessa posição iniciar novo movimento. O teste é iniciado com as palavras “Atenção!, já!” e finalizado com a palavra “Pare!”. O número de movimentos executados corretamente em 60 (sessenta) segundos será o resultado. O cronômetro é acionado no “Já!!!” e travado no “Pare!!!”. O repouso entre os movimentos é permitido, entretanto o objetivo do teste é tentar realizar o maior número de execuções possíveis em 60 (sessenta) segundos. Os movimentos incompletos não serão computados.
2) TESTE CORRIDA DE 12 MINUTOS:
a) para a realização do teste o avaliado deve ter feito sua refeição com uma precedência de 2 (duas) horas com relação à realização do teste e aqueles que fumam não devem fumar pelo menos 2 (duas) horas antes e 2 (duas) horas depois do teste;
b) o teste tem como objetivo fazer o avaliado percorrer a maior distância possível em 12 minutos, sendo permitido o andar durante o teste;
c) na medida do possível, o ritmo das passadas deverá ser constante durante todo o percurso;
d) o número de avaliados em cada teste poderá ser de 20 (vinte) ou 30 (trinta) de cada vez;
e) o início do teste se fará sob a voz de comando “Atenção!, Já!”, acionando o cronômetro concomitantemente e será dado um apito de orientação no décimo minuto antes do apito final e o término do teste se faz com um apito;
f) anormalidades observadas com os candidatos, durante a aplicação da prova serão registradas pela Comissão Examinadora e servirão de subsídios para o Exame de Saúde;
g) nenhum candidato reprovado ou inapto será submetido a novo teste ou prova e nem haverá reexame ou reavaliação;
h) se por motivo de falha técnica na aplicação de qualquer um dos testes, falha essa à qual o candidato não tenha dado causa e desde que expressamente reconhecida pelo órgão aplicador, poderá ser realizado novo teste a critério da Comissão Examinadora.

ANEXO “D”
MAPA DE DISTRIBUIÇÃO DE LOCAIS E POSTOS DE SERVIÇO
01. Altinópolis – 02 postos
02. Álvares Machado – 02 postos
03. Americana – 26 postos
04. Amparo – 02 postos
05. Andradina – 06 postos
06. Aparecida – 01 posto
07. Araçatuba – 12 postos
08. Araraquara – 04 postos
09. Araras – 01 posto
10. Arujá – 01 posto
11. Assis – 04 postos
12. Atibaia – 02 postos
13. Bariri – 07 postos
14. Barra Bonita – 10 postos
15. Barretos – 10 postos
16. Barueri – 10 postos
17. Batatais – 01 posto
18. Bauru – 35 postos
19. Bebedouro – 02 postos
20. Birigui – 05 posto
21. Botucatu – 11 postos
22. Bragança Paulista – 12 postos
23. Caçapava – 01 posto
24. Caieiras – 03 postos
25. Cajamar – 04 postos
26. Campinas – 70 postos
27. Campos do Jordão – 03 postos
28. Cândido Mota – 02 postos
29. Capão Bonito – 02 postos
30. Capivari – 03 postos
31. Caraguatatuba – 10 postos
32. Carapicuíba – 14 postos
33. Casa Branca – 02 postos
34. Catanduva – 05 postos
35. Cotia – 02 postos
36. Cruzeiro – 01 posto
37. Cubatão – 03 postos
38. Descalvado – 02 postos
39. Diadema – 11 postos
40. Dracena – 10 postos
41. Embu – 10 postos
42. Embu Guaçu – 01 posto
43. Fernandópolis – 10 postos
44. Ferraz de Vasconcelos – 02 postos
45. Franca – 12 postos
46. Francisco Morato – 01 posto
47. Franco da Rocha – 12 postos
48. Garça – 04 postos
49. General Salgado – 01 posto
50. Guararapes – 01 posto
51. Guararema – 03 postos
52. Guaratinguetá – 02 postos
53. Guarujá – 19 postos
54. Guarulhos – 33 postos
55. Hortolândia – 01 posto
56. Ibiúna – 04 postos
57. Iguape – 04 postos
58. Ilha Solteira – 01 posto
59. Indaiatuba – 02 postos
60. Itanhaém – 02 postos
61. Itapecerica da Serra – 07 postos
62. Itapetininga – 15 postos
63. Itapeva – 04 postos
64. Itapevi – 01 posto
65. Itaquaquecetuba – 15 postos
66. Itirapina – 01 posto
67. Itu – 23 postos
68. Ituverava – 03 postos
69. Jaboticabal – 01 posto
70. Jacareí – 12 postos
71. Jales – 02 postos
72. Jandira – 02 postos
73. Jaú – 14 postos
74. José Bonifácio – 01 posto
75. Jundiaí – 63 postos
76. Leme – 01 posto
77. Limeira – 13 postos
78. Lins – 08 postos
79. Mairipor㠖 05 postos
80. Marília – 09 postos
81. Martinópolis – 02 postos
82. Mauá – 04 postos
83. Matão – 03 postos
84. Mirassol – 01 posto
85. Mococa – 01 posto
86. Mogi das Cruzes – 11 postos
87. Mogi Guaçu – 17 postos
88. Mogi-Mirim – 02 postos
89. Mongaguá – 03 postos
90. Nhandeara – 02 postos
91. Nova Granada – 03 postos
92. Novo Horizonte – 04 postos
93. Orlândia – 01 posto
94. Osasco – 48 postos
95. Ourinhos – 11 postos
96. Paraguaçu Paulista – 04 postos
97. Paulínia – 01 posto
98. Penápolis – 01 posto
99. Peruíbe – 01 posto
100. Piracicaba – 28 postos
101. Pirapozinho – 01 posto
102. Poá – 02 postos
103. Porto Ferreira – 02 postos
104. Praia Grande –10 postos
105. Presidente Epitácio – 03 postos
106. Presidente Prudente – 27 postos
107. Presidente Venceslau – 04 postos
108. Promissão – 03 postos
109. Registro – 06 postos
110. Ribeirão Bonito – 04 postos
111. Ribeirão Preto – 42 postos
112. Ribeirão Pires – 01 posto
113. Rio Claro – 28 postos
114. Salto – 03 postos
115. Santa Bárbara dOeste – 04 postos
116. Santa Cruz do Rio Rio Pardo – 01 posto
117. Santa Fé do Sul – 01 posto
118. Santana do Paraíba – 02 postos
119. Santo André – 32 postos
120. Santos – 27 postos
121. São Bernardo do Campo – 37 postos
122. São Caetano do Sul – 03 postos
123. São Carlos – 11 postos
124. São João da Boa Vista – 15 postos
125. São José do Rio Preto – 23 postos
126. São José dos Campos – 38 postos
127. São Manuel – 02 postos
128. São Paulo – Zona Centro – 270 postos
129. São Paulo – Zona Leste – 119 postos
130. São Paulo – Zona Norte – 201 postos
131. São Paulo – Zona Oeste – 56 postos
132. São Paulo – Zona Sul – 99 postos
133. São Pedro – 04 postos
134. São Roque – 02 postos
135. São Sebastião – 01 posto
136. São Simão – 02 postos
137. São Vicente – 14 postos
138. Sertãozinho – 06 postos
139. Sorocaba – 37 postos
140. Sumaré – 17 postos
141. Suzano – 07 postos
142. Taboão da Serra – 02 postos
143. Taquaritinga – 02 postos
144. Tatuí – 09 postos
145. Taubaté – 09 postos
146. Teodoro Sampaio – 01 posto
147. Tup㠖 03 postos
148. Ubatuba – 02 postos
149. Valinhos – 01 posto
150. Votorantim – 16 postos
151. Votuporanga – 01 posto
TOTAL GERAL DE POSTOS = 2.000 postos.
Os candidatos, no ato da inscrição, deverão fazer opção em servir nos Municípios acima.

ANEXO “E”
POUPATEMPO E INFOCENTRO
POUPATEMPO - Postos Públicos de Acesso à Internet em operação:
Centro
Poupatempo Sé
Praça do Carmo, s/nº (próximo à Estação Sé do Metrô)São Paulo – SP
Poupatempo Campinas Centro
Av. Francisco Glicério, 935 – Centro Campinas – SP
Poupatempo Campinas Shopping
Rua Jacy Teixeira de Camargo, 940 - Jardim do Lago Campinas
Poupatempo Santo Amaro
Rua Amador Bueno, 176 / 258 - SantoAmaro São Paulo – SP
Poupatempo São José dos Campos
Av. São João, 2.200 (Shopping Colinas – Piso Superior) São José dos Campos – SP
Poupatempo Itaquera
Av. do Contorno, 60 (Metrô Corinthians-Itaquera)São Paulo – SP
Poupatempo São Bernardo do Campo
Rua Nicolau Filizola, 100 – Centro São Bernardo do Campo – SP
Poupatempo Guarulhos
Rua José Campanella, 95 – Bairro Macedo - Guarulhos - SP
Poupatempo Ribeirão Preto
Av. Presidente Kennedy, 1500 - Ribeirão Preto - SP
INFOCENTROS
CENTRO
Espaço da Juventude
Praça Antônio Prado, 09 São Paulo - SP (próximo a Estação São Bento do Metrô)
Poupatempo Sé I
Praça do Carmo, s/n, São Paulo- SP
Secretária da Fazenda - Poupatempo Sé II
Avenida Rangel Pestana, 300, Primeiro andar, São Paulo – SP
SEADE - Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados
Avenida Casper Líbero, 478, Térreo - Luz, São Paulo – SP
ZONA SUL
Infocentro Achave
Rua:Dama da Noite, 02 -Vargem Grande-Parelheiros
Infocentro Cidade Júlia
Rua Pascoal Grieco, 140 - Cidade Júlia
Infocentro Cio da Terra
R. William Cremer, 2 - Jd. Sônia Regina.
Infocentro Circo Escola Grajaú
R. Ezequiel Lopes Cardoso, 333 - Pq. Grajaú
Infocentro Espaço Criança Esperança
Rua:Travessa Maestro Massiano S/N altura do nº3.620 da Estrada M. Boi Mirim - Estância Tangará
Infocentro Criança Feliz
Rua Prof. Rubens Oscar Guelli, 30 (antiga rua Pompéia) - Jd. São Francisco
Infocentro Jardim Irene
Rua Antônio José Bentes, 476, Jd. Irene - Capão Redondo
Infocentro Jardim Piracuama
R. Afonso Dias, 54 - Jd. Piracuama - 05763-280 Telefone: 5510-0214la
Infocentro Jardim São Luís
Rua: José Manoel Camisa Nova 30 (Antiga Avenida Hum)
Infocentro Parque Ecológico Guarapiranga
Estrada da Riviera, 3.286 - Pq. Ecológico Guarapiranga
Infocentro Piraporinha
Estrada do MBoi Mirim, 1.112 - Jd. das Flores - 04905-001
Infocentro POF
R. Ernest Rennan, 381 – Paraisópolis.
Infocentro Promorar
R. Cornélio Zelaia, 187 - Conj. Pró-Morar São Luís
Infocentro Vila Prel
R. Teresa Maia Pinto, 266 - Vila Prel
Infocentro Unas
Rua Santo Antonio 02 - Heliópolis (referência: posto de saúde da Est. das Lágrimas / altura do 1.400)
Poupatempo Santo Amaro
Rua Amador Bueno, 256, São Paulo - SP (próximo Terminal Santo Amaro)
Bom Prato Santo Amaro
Rua Mário Lopes, 685 - Santo Amaro, São Paulo - SP
ZONA LESTE
Infocentro Adão Manoel da Silva
R. Francisco Gil de Araújo, 333 - Jd. Lourdes
Infocentro APS
R. Domingos de Lucca, 108 - Cangaíba
Infocentro Cenha
R. Francisco Bueno, 384 – Tatuapé
Infocentro CIC Leste - Itaim Paulista
R. Padre Virgílio Campelo, 150 - Encosta
Infocentro Clube de Mães Criança Esperança
R. Minha Cidade, 100 - Itaim
Infocentro Dom Bosco
Rua Dr. Álvaro de Mendonça, 456 – Itaquera
Infocentro Ermelino Matarazzo - Saem
R. Victória Simionato, 120 - V. Paranaguá
Infocentro Espaço Negro
Rua Carlos Sacaibu, 422 - Jd. Elba
Infocentro Brasil Gigante Adormecido
Rua Regresso Feliz, 119 - Conj. Hab. Inácio Monteiro
Infocentro Gleba do Pêssego
R: Confissão, 783 - Gleba do Pêssego
Infocentro Itajuíbe
R. Canaã, 21-(altura da R: Manoel Rodrigues Santiago, 1.400) Jd. Nélia
Infocentro Jardim Nove de Julho
R. Cristóvão de Oliveira, 93 - Jd. 9 de Julho
Infocentro Luz e Vida
R. Manoel de Oliveira Ramos, 03 - Vila Iolanda - Cidade Tiradentes
Infocentro Mulheres da Colúmbia
Av. Jardim Tamoio, 1.738 - Conj. Res. José Bonifácio
Infocentro Parque Ecológico do Tietê
Rua Guirá-Acangatara, 70 - Parque Ecológico do Tietê
Infocentro São Judas Tadeu
Rua Suzana de Melo, 364 - Vila Progresso
Infocentro Ação Tiradentes
R: Francisco José Viana (antiga Av. dos Gráficos), 382 - Cidade Tiradentes
Infocentro Vila Conceição
Rua Pedra Dourada, 05 - Vila Conceição
Infocentro Vila Progresso
R. Ardísia, 01 - Vila Progresso
Poupatempo Itaquera
Av. do Contorno, 60, São Paulo - SP (Estação do Metrô Corinthians-Itaquera)
Bom Prato Brás
Rua Dr. Almeida Lima, 900 - Brás, São Paulo - SP (dentro do Arsenal da Esperança)
EMTU São Mateus
Rua Adélia Chohfi, 100 - São Mateus, São Paulo – SP
ZONA OESTE
Infocentro Betinho
Rua Denis Chaudet, 15A - Jd. Dracena
Infocentro CIC Oeste - Jaraguá
Estrada de Taipas, 990 - Jardim Panamericano – Jaraguá
Estação Especial da Lapa
Rua Guaicurus, 1.274 - Lapa, São Paulo –SP
ZONA NORTE
Infocentro CIC Norte - Jaçanã
Rua Ari da Rocha Miranda, 36 - Jova Rural - Jaçanã
Infocentro Nossa Senhora Aparecida
R. Condessa Amália Matarazzo, 13 - Jd. Peri
Infocentro Vale Verde
R. Jaciara, 5 - Jd. Damasceno
Infocentro Vila Constança - Savic
Av. Jardim Japão, 1.587 - Jd. Brasil
Infocentro Vista Alegre
R. Gervásio Leite Rebelo, 1.138 - Jd. Peri-Alto
Infocentro Tucuruvi
Av. Mazzei, 33- Tucuruvi
ZONA NOROESTE
Infocentro Sol Nascente
R. Clara Nunes, 01 - Conjunto Residencial Sol Nascente
GRANDE SÃO PAULO
Infocentro CIC Francisco Morato
Rua Tabatinguera, 46 Centro - Francisco Morato – SP
Poupatempo Guarulhos
Rua José Campanella, 5 - Bairro Macedo - Guarulhos - SP (antiga fábrica Abaeté)
Infocentro Osasco
Av. dos Autonomistas, 1945 (acesso pela rua dep. Emílio Carlos) - Osasco – SP
Poupatempo São Bernardo do Campo
Rua Nicolau Filizola, 100 - São Bernardo do Campo - SP
Infocentro Municipal de Adamantina
Praça Élio Micheloni, s/n
Infocentro Municipal de Andradina
Rua Paes Lemes s/n, 1º andar
Infocentro Municipal de Araçatuba
Rua Armando Salles de Oliveira, s/n
Fone: (18) 3608-4155
Infocentro Municipal de Araraquara
Rua Carlos Gomes, 1.729
Infocentro Municipal de Assis
Rua Dr. Luiz Pizza, 19
Infocentro Municipal de Avaré
Rua Minas Gerais, 279 - Bairro Água Branca
Infocentro Municipal de Barretos
Avenida Treze, 60 (Instituto Barretos de Tecnologia)
Infocentro Municipal de Bauru
Rua Amazonas, Quadra 1, n. 41 - Jardim Cruzeiro do Sul
Infocentro Municipal de Bebedouro
Rua Santo Inácio de Loyola, 10 (Profac)
Infocentro Municipal de Botucatu
Praça da Bandeira, s/n, sala 1 – Centro
Infocentro Municipal de Campina do Monte Alegre
Rua Francisco Pistila, 86 – Centro
Poupatempo Campinas
Av. Francisco Glicério, 935, Campinas- SP (próximo ao Correio)
Poupatempo Campinas Shopping
Rua. Jacy Teixeira de Camargo,940 - Jd. do Lago
Infocentro Municipal de Casa Branca
Praça Rui Barbosa, 56
Infocentro Municipal de Catanduva
Rua Maranhão, 308 – Centro
Infocentro Municipal de Cruzeiro
Rua Capitão Neco, 118
Infocentro Municipal de Dracena
Avenida José Bonifácio, 1.480 (prédio do Serviço Social do Município)
Infocentro Municipal de Duartina
Avenida São Paulo, 278 – Centro
Infocentro Municipal Espírito Santo do Turvo
Rua Francisco José Martins n.4-10 - Centro (Biblioteca da Secretaria Municipal da Educação)
Infocentro Municipal de Fernandópolis
Avenida Milton Terra Verdi, 420 (Praça Santa Helena)
Infocentro Municipal de Franca
Rua Frei Germano, 2.905 – Estação
Infocentro Municipal de Guarani DOeste
Rua dos Aliados, 1.315 (Centro de Convivência do Idoso)
Infocentro Municipal de Guaratinguetá
Pça Condessa de Frontin, S/N – Centro
Infocentro Municipal de Hortolândia
Avenida Brasil, 1100 - sala 14 (Centro Comercial Piranga)
Infocentro Municipal de Iaras
Pç. Monção, S/N – Centro
Infocentro Municipal de Iperó
R. Floriano Peixoto, 7 – Centro
Infocentro Municipal de Itaí
Rua Expedicionários, 1.199 – Centro
Infocentro Municipal de Itapecerica da Serra
Rua:Inácio Pereira dos Santos, 80
Infocentro Municipal de Itapeva
Av. Governador Mário Covas, 269 – Centro
Infocentro Municipal de Jales
Rua 8, 2.270 – Centro
Infocentro Municipal de Jacupiranga
Pça. Tenente Coronel Mesquita, S/N
Infocentro Municipal de Jaú
Rua Marechal Bitencourt, 148
Infocentro Municipal de Junqueirópolis
Praça Alvaro de Oliveira Junqueira, 85 – Biblioteca
Infocentro Municipal de Lavínia
Av. Redentor Gonfiantini, s/n (Parquinho)
Infocentro Municipal de Limeira
Rua Treze de Maio, 102
Infocentro Municipal de Lins
Rua. 21 de Abril , 424 - Biblioteca Municipal
Infocentro Municipal de Lucélia
Avenida Internacional, 1.571
Infocentro Municipal de Marília
Avenida Sampaio Vidal, 245
Infocentro Municipal de Martinópolis
Rua 9 de Julho, 51 - Centro
Infocentro Municipal de Mococa
Praça Major José Pedro, 173
Infocentro Municipal de Osvaldo Cruz
Praça Jayme Ulhôa Cintra, s/n - Biblioteca Pública Municipal Belmiro Borini
Infocentro Municipal de Ourinhos
Rua Henrique Tocalino, 264
Infocentro Municipal de Pacaembu
Avenida Stelio Machado Loureiro, 1.130
Infocentro Municipal de Paraguaçu Paulista
Rua 15 de Novembro, 714
Infocentro Municipal de Penápolis
Rua Irmãos Crisóstomo de Oliveira, 333 - Centro
Infocentro Municipal de Piracicaba
Rua do Rosário, 833 - 2 andar
Infocentro Municipal de Piraju
Pç. Ataliba Leonel, 159 - Sala 16 - Centro (Shopping Center Pires)
Infocentro Municipal de Potim
Praça Padre José Marchetti SN - Centro
Infocentro Municipal de Pracinha
Avenida Francisco Gimenes, 175
Infocentro Municipal de Presidente Bernardes
Rua Antonio de Almeida, 46 - Centro
Infocentro Municipal de Presidente Prudente
Avenida Washington Luiz, 544 - Centro
Infocentro Municipal de Registro
Rua São Francisco Xavier, 165 - sala 2 - Térreo – Centro
Infocentro Municipal de Ribeirão Preto
Rua Flávio Uchôa, 1.180 - Campos Elíseos
Poupatempo Ribeirão Preto
Endereço: Avenida Presidente Kennedy, 1500 Ribeirão Preto - SP
Infocentro Municipal de Rio Claro
Rua 2, 2.880 - Parque do Lago Azul (Centro Cultural Roberto Palmari)
Infocentro Municipal de Santana da Ponte Pensa
Endereço: Avenida São Joaquim, 513
Infocentro Municipal de São Carlos
Rua 13 de Maio, 2000 – Centro
Infocentro Municipal de São João da Boa Vista
Rua Benedito Araújo, 44
Infocentro Municipal de São José do Rio Preto
Praça Jornalista Leonardo Gomes, 1 (Praça Cívica)
Infocentro Municipal de São José dos Campos
Praça Afonso Pena, 29 - Centro
Poupatempo São José dos Campos
Av. São João, 2.200 - São José dos Campos – SP
Infocentro Municipal de São Vicente
Rua Frei Gaspar, 384 - sala nº29
Infocentro Municipal de Serra Azul
R. Dona Maria das Dores, 59 (Casa da Agricultura)
Infocentro Municipal de Teodoro Sampaio
Av. Manoel Guirado Segura, 1898 (Cefamo)
Infocentro Municipal de Tupã
Rua Carijó, 610
Infocentro Municipal de Valparaíso
Avenida Nove de Julho, 706
Infocentro Municipal de Votuporanga
Rua Tietê, 586



Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
06:50
Loterias
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)