Cassilândia, Sábado, 28 de Novembro de 2020

Últimas Notícias

29/10/2020 15:40

Tempo é essencial em caso de sintomas de AVC; saiba o que fazer

Em unidade especializada, média de atendimento da entrada até a tomografia é de 15 minutos

Midiamax
Tempo é essencial em caso de sintomas de AVC; saiba o que fazer

O Dia Mundial de Combate ao AVC (Acidente Vascular Cerebral) é celebrado nesta quinta-feira (29) e apesar de ser uma doença comum, poucas pessoas sabem que o tempo é essencial para evitar sequelas. Geralmente, pacientes procuram uma unidade de saúde por conta própria, mas o tempo perdido pode levar a consequências. Em uma unidade especializada em AVC, no HU (Hospital Universitário) da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), a média de atendimento da entrada até a tomografia é de apenas 15 minutos.

O tempo médio de atendimento para quem um paciente com AVC seja medicado em uma unidade de saúde e consiga se salvar, em geral, sem graves sequelas, é de 4 horas e 30 minutos. Porém, em caso de sintomas, a medida mais efetiva é chamar o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência).

“O problema é que muitas pessoas não sabem reconhecer os sintomas de um AVC e, em vez de ligarem para o Samu, que levará o paciente para a instituição de saúde mais adequada, acabam indo por conta própria para uma Unidade Básica ou Posto de Saúde, perdendo um tempo precioso”, explica o responsável técnico pela Unidade de AVC do HU, o neurologista Gabriel Braga.

Antes de qualquer coisa, é importante saber identificar os sintomas do AVC: fraqueza ou adormecimento em apenas um lado do corpo, dificuldade para falar, confusão mental, dificuldade para engolir, andar e enxergar, tontura, boca torta, dor de cabeça intensa e perda da coordenação motora. Também conhecido como derrame, o AVC é causado pela falta de sangue em uma área do cérebro em decorrência da obstrução de uma artéria. A doença pode deixar sequelas, como paralisias em partes do corpo, problemas de visão, de memória e de fala.

Uma referência para atendimentos em casos como este é a Unidade de AVC do HU, que tem um tempo médio de atendimento de 15 minutos, da entrada à realização da tomografia. Já o tempo médio da entrada no hospital até receber a medicação é de 27 minutos.

No primeiro ano de funcionamento da Unidade, entre maio de 2019 e maio de 2020, foram 286 pacientes internados com AVC. Destes, 73% (209 pacientes) com AVC isquêmico. Dos 209 pacientes, 23% receberam medicação (48 pacientes). No Brasil, a média de pacientes com AVC que consegue chegar a tempo de serem medicados é de 3 a 4%.

 

A Unidade de AVC deu um importante passo rumo ao credenciamento da Unidade no Ministério da Saúde no nível 2 (são 3 níveis de tratamento de AVC reconhecidos pelo Ministério). Na última quinta-feira (23), a Unidade de AVC recebeu a inspeção da Secretaria Municipal de Saúde e no dia sete de outubro recebeu a Vigilância Sanitária para apresentação de documentos, protocolos e instalações. Os documentos e laudos serão remetidos para o Ministério da Saúde.

O primeiro nível é de tratamento trombolítico, ou seja, o Ministério ressarce os medicamentos. No segundo nível são medicamentos mais leitos específicos para AVC. Já o terceiro e último nível inclui serviços diagnósticos complexos, como cirurgias, hemodinâmica e angioplastia, entre outros.

(com informações da Ebserh)

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 28 de Novembro de 2020
Sexta, 27 de Novembro de 2020
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)