Cassilândia, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

14/01/2005 13:18

Temperatura e umidade prejudicam cultivo de tomate

Agência Notisa

Pesquisa mostra que elevação da temperatura e da umidade aumenta as possibilidades de os tomateiros serem atacados por patógenos, principalmente fungos.

Algumas espécies de hortaliças são atacadas por um maior número de patógenos, capazes de causar moléstias com severidade elevada, como é o caso do tomateiro. No entanto, a maior parte das moléstias que atingem os tomateiros são favorecidas por determinadas condições climáticas como, por exemplo, altas temperaturas e elevada umidade. Isso é o que mostram Elena Blume e Alicia Jara da Universidade Federal de Santa Maria em estudo realizado em quatro municípios da região central do Rio Grande do Sul: São Pedro do Sul, São Sépe, Ivorá e Santa Maria.

De acordo com artigo publicado na edição de maio/junho da revista Ciência Rural, o objetivo da pesquisa foi identificar as moléstias nos tomateiros cultivados em estufas plásticas nos municípios e as condições de temperatura e umidade relativas do ar nas quais elas ocorrem. Segundo as pesquisadoras, “as práticas culturais adotadas foram aquelas normalmente empregadas no cultivo de tomateiro em estufa plástica. Com exceção da estufa de Santa Maria, pulverizações com fungicidas e retirada de folhas velhas com sintomas foram realizadas, sempre que julgadas necessárias, pelos produtores”. A temperatura e a umidade relativa do ar foram medidas diariamente.

A partir dos resultados, Elena e Alicia constataram que as moléstias observadas nas plantas cultivadas nas estufas foram, em sua maioria, de origem fúngica, destacando-se a pinta-preta, a requeima e o mofo cinzento. Segundo elas, o aumento da temperatura e, principalmente, a elevação da umidade relativa do ar contribuíram para o aumento da incidência das moléstias. Entretanto, as pesquisadoras ressaltam que “em várias inspeções, nas estufas comerciais, observou-se redução ou eliminação de algumas moléstias devido à remoção, pelos produtores, das folhas mais velhas das plantas, nas quais se encontrava a maioria dos sintomas, e à utilização de fungicidas”.

Por isso, elas alertam para a importância de os agricultores adotarem determinadas práticas no cultivo do tomateiro. Além disso, é fundamental fazer um controle adequado da temperatura e da umidade relativa do ar, principais causadores de moléstias.

Agência Notisa (jornalismo científico - science journalism)

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)