Cassilândia, Sexta-feira, 22 de Setembro de 2017

Últimas Notícias

20/10/2005 15:07

Telefone Social:Operadoras e telefônicas discutem custos

Lourenço Melo / ABr

Técnicos da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e das companhias operadoras de telefonia fixa vão discutir até o fim da próxima semana o impacto econômico da implantação do telefone social, que o governo quer oferecer à população até o final deste ano. A medida poderá ser anunciada no início de novembro pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Hoje, o ministro das Comunicações, Hélio Costa, reuniu hoje os presidentes das empresas de telefonia para discutir o assunto e eles destacaram a necessidade de serem feitos estudos sobre o custo que as empresas vão ter em decorrência das opções apresentadas pelo governo para implantação do telefone social.

O Ministério das Comunicações defende tarifa de R$ 14,90, sem impostos, para o telefone social, com 100 minutos de franquia (60 pulsos) e R$ 0,27 para o minuto excedente. O ministro Hélio Costa esclareceu que a opção a ser oferecida aos cidadãos não poderá dar prejuízo às teles, pois, segundo a Lei Geral de Telecomunicações (LGT), o governo teria que arcar com esses custos.

Há diversas propostas em estudo, da parte da Anatel e do Ministério das Comunicações. Se o consumidor tiver uma franquia, por exemplo, de 40 minutos, o retorno dos investimentos das empresas será mais lento, disse o ministro. Por isso, o assunto vai ser discutido entre as empresas e a agência reguladora.

Hélio Costa acredita que muitos usuários atuais do telefone fixo, que ganham até três salários mínimos, terão interesse em migrar para o telefone social, o que será permitido, mediante comprovação de renda.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 22 de Setembro de 2017
Quinta, 21 de Setembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)