Cassilândia, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

20/01/2004 14:21

Tebet defende lei mais moderna para falências

Agência Senado
Cassilândia NewsCassilândia News


Na reunião desta terça-feira (20) da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), durante o debate sobre o projeto de lei da Câmara nº 71, de 2003, que trata da Lei de Falências, o presidente do colegiado, senador Ramez Tebet (PMDB-MS), defendeu o aperfeiçoamento da legislação sobre esse tema.



Ele lembrou que, apesar dessa lei estar desde 1993 em tramitação no Congresso, apenas em novembro do ano passado chegou ao Senado, não tendo havido tempo hábil para que a matéria fosse examinada ainda no período ordinário de trabalho.

- A lei atualmente em vigor que rege as falências é de 1945 e não atende as exigências do mercado -, afirmou Ramez Tebet. O senador espera que a nova legislação seja bastante atualizada e atenda às novas necessidades da sociedade. O presidente da CAE disse ainda acreditar que o texto receberá modificações no Senado, em vista da sua importância, e terá que voltar ao exame da Câmara dos Deputados.

O senador César Borges (PFL-BA) destacou que os altíssimos juros cobrados pelas entidades de crédito no Brasil são reflexo da dificuldade que essas empresas tem para conseguir o retorno dos recursos. Essa dificuldade, acredita o senador, é derivada também da atual lei de falências. A modernização da lei será fundamental para a atividade produtiva, garantiu Borges.

O senador Ney Suassuna (PMDB-PB) afirmou que uma lei de falências mais atual ajudará a desenvolver a economia do país. O senador Eduardo Suplicy (PT-SP) e a senadora Ana Júlia Carepa (PT-PA) falaram sobre a importância de serem ouvidos na audiência pública representantes dos trabalhadores. Ana Júlia destacou ainda a importância de a nova forma da lei não trazer riscos para os empregados, que são protegidos pela atual legislação, no sentido de terem prioridade no recebimento de seus direitos quando da falência da empresa.

O senador Eduardo Azeredo (PSDB-MG) ressaltou a importância da lei de falências e de garantir melhoras nessa legislação. Disse ser imprescindível valorizar o trabalho já feito pela Câmara dos Deputados ao longo dos anos.



Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 18 de Dezembro de 2017
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)