Cassilândia, Terça-feira, 27 de Junho de 2017

Últimas Notícias

22/06/2004 09:51

"TCE/MS saiu na frente”, afirma ouvidora-geral da União

Luis Junot

“O Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso do Sul saiu na frente ao implantar a sua Ouvidoria, dando exemplo aos demais órgãos encarregados em fiscalizar a aplicação do dinheiro público”. A afirmação é da ouvidora-geral da União, Eliana Pinto durante a realização do I Encontro Regional de Ouvidorias Públicas na sexta-feira (18.06), no Centro de Convenções Rubens Gil de Camilo, em Campo Grande contando com a participação de 45 Ouvidorias de órgãos públicos da Região Centro-Oeste.
De acordo com a ouvidora o encontro teve por objetivo o debate de assuntos e apresentação de sugestões visando o fortalecimento das Ouvidorias Públicas ligadas aos governos federal, estadual e municipal como espaço e exercício do controle social, sob uma perspectiva de promoção e defesa dos direitos fundamentais.
Eliana Pinto aproveitou para reafirmar a necessidade de uma conscientização maior da população, para que a sociedade civil organizada através de seus representantes, atue na defesa do patrimônio público como forma de combater a corrupção, buscando a melhoria de prestação dos serviços no Estado Brasileiro.
Segundo informou a ouvidora do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso do Sul, Márcia Cristina Kirchesch, as propostas apresentadas pelos ouvidores públicos que compõem a Região Centro Oeste (Mato Grosso, Goiás, Distrito Federal e Mato Grosso do Sul) serão apresentadas no II Fórum Nacional de Ouvidorias Públicas que acontecerá em Brasília, no Palácio do Planalto, previsto para novembro próximo.
Entre as sugestões está o aperfeiçoamento da legislação e maior divulgação dos canais de comunicação com as Ouvidorias, auxiliando na conscientização e mobilização da sociedade para a discussão e tomada de posição sobre os problemas decorrentes da prestação do serviço público em geral. Ainda de acordo com Márcia Kirchesch, a intenção é propor às instâncias governamentais competentes a adoção de instrumentos legais e administrativos que garantam a defesa dos direitos dos cidadãos.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 26 de Junho de 2017
Domingo, 25 de Junho de 2017
15:50
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)