Cassilândia, Domingo, 22 de Julho de 2018

Últimas Notícias

17/12/2017 15:36

TCE atende pedido da Assembleia e anuncia auditoria nas contas do MSPrev

Estudo visa a apontar existência de deficit nas contas da Previdência estadual e será realizado após reforma da previdência proposta pelo Estado ter sido aprovada

Campo Grande News

O TCE (Tribunal de Contas do Estado) dará início a uma auditoria no MSPrev, o regime próprio de previdência dos servidores de Mato Grosso do Sul. A medida foi tomada a partir de solicitação encaminhada pela Assembleia Legislativa, que aprovou a realização do estudo sobre a previdência estadual em substituição a uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito).

A auditoria no MSPrev vai abranger o período de 2001 –quando a instituição substituta do extinto Previsul passou efetivamente a funcionar –a 2017. O presidente da Assembleia, Junior Mochi (PMDB), e os deputados Cabo Almi e João Grandão (ambos do PT) entregaram no fim da tarde de sexta-feira (15) o pedido ao presidente do TCE, conselheiro Waldir Neves Barbosa, que pretende realizar uma “radiografia” no MSPrev.

Com a auditoria, conforme a assessoria do TCE, espera-se esclarecer se há deficit na previdência estadual e, em caso positivo, apontar o valor do prejuízo e como ele teve início. Além disso, espera-se apontar eventuais responsabilidades pelos problemas financeiros do MSPrev e meios de os mesmos serem corrigidos.

Satisfação à sociedade – O Tribunal de Contas anunciou que já foi criada uma comissão especial para realizar a auditoria, não sendo divulgado pela assessoria do órgão o prazo para a conclusão. Os conselheiros Iran Coelho das Neves e Márcio Monteiro vão integrar o grupo de trabalho.

“Nosso objetivo é dar uma satisfação para a sociedade, saber do histórico da Previdência do Estado. E a auditoria que vai permitir saber o que aconteceu”, afirmou Junior Mochi. “Meu desejo é que a auditoria possa trazer respostas, com um relatório fundamentado”, considerou Almi.

Grandão, por sua vez, afirma que a auditoria é resultado da aprovação da reforma da previdência aprovada pela Assembleia, cujo projeto oroginal apontava a necessidade de mudanças por conta do deficit financeiro do MSPrev. Contudo, a proposta do Executivo não apresentou os cálculos necessários da Ageprev (Agência Estadual de Previdência de Mato Grosso do Sul).

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 21 de Julho de 2018
10:00
Receita do dia
Sexta, 20 de Julho de 2018
09:00
Santo do dia
Quinta, 19 de Julho de 2018
19:07
Cassilândia
16:09
Cassilândia
14:00
Artigo
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)