Cassilândia, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

16/06/2008 16:22

TCE ainda não foi notificado sobre contratação suspensa

Marta Ferreira - Campo Grande News

A assessoria jurídica do TCE (Tribunal de Contas do Estado) de Mato Grosso do Sul informou nesta segunda-feira, via assessoria de imprensa do órgão, que ainda não foi notificada da decisão de quinta-feira passada do juiz Dorival Moreira dos Santos, da Vara de Direitos Difusos, Coletivos e Individuais Homogêneos, que mandou suspender o processo seletivo simplificado aberto no início do mês para contratar 105 funcionários.

A liminar foi em ação do MPE (Ministério Público Estadual), impetrada na quarta, na qual são apontadas inconstitucionalidades na lei aprovada pela Assembléia Legislativa, e sancionada no dia 14 de maio, permitindo a realização do processo simplificado.

Enquanto não é notificado, o TCE continua recebendo as inscrições ao concurso. A informação da assessoria jurídica é de que quando houver a oficialização da decisão, ela será cumprida. Posteriormente, deverá entrar com recurso no TJ (Tribunal de Justiça), para tentar derrubar a decisão.

O processo seletivo suspenso pela liminar é para substituir funcionários do Tribunal demitidos em razão de decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) em agosto do ano passado. O principal argumento aceito pelo juiz é contra o item da lei aprovada que aponta que há urgência no processo seletivo, por conta das demissões determinadas no órgão.

No despacho, o magistrado afirma que nenhum dos cargos oferecidos pelo TCE estão entre os que podem ter contratação simplificada, conforme a lei que dita das regras para processos simplificados, ou seja, sem concurso público.

No despacho, o magistrado pede urgência no cumprimento do mandado, uma vez que as inscrições ao processo seletivo estão em andamento. O prazo, iniciado em 9 de junho, vai até a próxima quarta-feira, 18 de junho. A liminar manda devolver o valor da taxa de inscrição aos candidatos que já tenham pago. Também foi fixada multa de R$ 5 mil para o caso de descumprimento da determinação legal.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)