Cassilândia, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

12/08/2005 13:54

TC rejeita contas de seis Prefeituras e três órgãos

Thaísa Bueno / Campo Grande News

O Tribunal de Contas do Estado publicou hoje em Diário Oficial relação de contas de seis Prefeituras e três órgãos do Governo que apresentaram irregularidades e estão sujeitas a multas. Foram rejeitadas as prestações de contas de Aquidauna, Dois Irmãos do Buriti, Porto Murtinho, Pedro Gomes, Bela Vista e Eldorado. Também estão na lista o ex-secretário de Justiça e Segurança Pública, Dagoberto Nogueira Filho; o senhor Antônio Carlos Navarrete Sanches, diretor-presidente da Sanesul; e a MS-Gás.

Em Eldorado uma irregularidade apontada em licitação de 2001 resultou à Prefeitura, na época a cargo de Mara Elisa Caseiro, multa de 80 uferms; em Inocência a multa no mesmo valor recai sobre o ex-prefeito José Armando Ferreira de Melo, por não envio de documentos obrigatórios. Em Bela Vista são quatro multas. A primeira é referente à administração de 2002 e prevê o ressarcimento, por impugnação, R$ 4.902,00, mais multa de 50 Uferms ao ex-prefeito Luiz Carlos Cunha, pelo não encaminhamento de documentos. Além desta multa, o Tribunal de Contas impugnou, em outra ação, o ex-prefeito em ressarcir outros R$ 19.636,36 e quitar multa de mais 50 Uferms. Já na administração de 2003 foram três ações: uma impugnações de R$ 55 mil e três multas, cada uma de 100 Uferms.

Em Pedro Gomes as contas rejeitadas dizem respeito a atual administração, referente ao ano de 2004. Foram duas multas de 100 Uferms cada, por problemas em licitação. A prefeitura também foi condenada a ressarcir, por impugnação, R$ 4 mil, referentes a diferença entre o valor dos empenhos e o valor das notas fiscais apresentadas. Em Porto Murtinho as irregularidades são duas referentes a 2003 e uma de 2004. As duas primeiras geraram duas multas de 100 Uferms cada, e a última uma multa única de 200 uferms. Já em Aquidauana a irregularidade é deste ano e a multa é para o presidente da Câmara Municipal, Vanildo Neves Barbosa. O valor é de 100 Uferms.

ORGÃOS
A Sejusp (Secretaria Estadual de Justiça e Segurança Pública) foi multada em 100 Uferms, por irregularidade na execução financeira. A Sanesul vai arcar com outras 100 uferms, mais uma impugnação de R$ 1.877,24. E a MS-Gas terá de quitar multa de 100 uferms. Todos os multados tem de 20 para recorrer da decisão.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
06:50
Loterias
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)