Cassilândia, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

17/07/2013 18:34

Taxista que devolveu R$ 15 mil usou recompensa para pagar dívidas

G1 RN

O taxista Fernando Salustino de Sena, de 65 anos, recebeu R$ 500 de recompensa do comerciante José Gonzaga por ter devolvido a mochila com R$ 15 mil que foi esquecida no seu taxi, na última sexta-feira (12). O dinheiro da recompensa foi usado para pagar contas atrasadas. "Paguei uma conta de luz, o conserto de um computador e dei R$ 100 para minha filha pagar uma conta dela", contou o taxista. Apesar de acreditar que os R$ 15 mil poderiam fazer diferença na sua vida, ele diz que não se arrepende de ter devolvido o dinheiro ao dono. "É como eu disse: o que não é da gente não deve ficar com a gente".

O comerciante José Gonzaga e a mulher dele, Erivoneide Pinheiro, esqueceram a mochila no taxi de Seu Fernando no fim da tarde da última sexta-feira (12). Após uma série de desencontros - Seu Fernando tentando devolver e Seu Gonzaga tentando resgatar o dinheiro - o taxista finalmente conseguiu fazer os R$ 15 mil chegar às mãos do dono. "Foi um alívio quando ele apareceu aqui no sábado de manhã para pegar a mochila", disse Seu Fernando.

Taxista há 35 anos, Seu Fernando mora em uma casa simples no bairro Planalto, zona Oeste de Natal, com a esposa e dois filhos de 13 e 17 anos. Ele reafirmou que em nenhum momento pensou em ficar com o dinheiro esquecido no seu carro, mas disse que se tivesse R$ 15 mil hoje o dinheiro teria destino certo. "Eu ia trocar de carro. Porque carro de praça tem que ser trocado de dois em dois anos porque a gente roda muito e o meu Corsa é modelo 2010, já está na hora de trocar", disse.

A atitude do Seu Fernando, segundo ele, dividiu opiniões. "Tem gente que me dá os parabéns, que diz que eu fiz a coisa certa, mas tem muita gente me chamando de otário, de trouxa, dizendo que eu não devia ter devolvido o dinheiro. Mas esses comentários não me abalam, eu sei que fiz a coisa certa. Se eu tivesse ficado com aquele dinheiro eu não estaria feliz", disse.

Os amigos e conhecidos podem até pensar que Seu Fernando foi "trouxa ou otário" em devolver o dinheiro, mas a família do taxista é só orgulho. Natural de Santo Antônio do Salto da Onça, no interior do Rio Grande do Norte, ele conta que visitou a família no fim de semana e só recebeu elogios. "Eu fui para minha cidade no fim de semana e minha família estava muito orgulhosa, todo mundo me agradecendo por eu ter honrado minha família, está todo mundo orgulhoso de mim. Eu acho que isso é que vale".

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
13:15
Cassilândia
09:00
Maternidade
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)