Cassilândia, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

24/11/2004 07:39

Taxista, motoboy e mototaxista devem contribuir com INSS

Todas as pessoas que exercem alguma atividade remunerada, mesmo sem vínculo empregatício, devem contribuir para a Previdência Social. É o caso de motoboys, mototaxistas e taxistas. Eles correm riscos no trânsito diariamente. No caso de algum acidente ou doença que deixe a pessoa impossibilitada de trabalhar temporariamente, o sistema previdenciário ampara com o auxílio-doença. Já as pessoas que não contribuem para o INSS, ficam desamparadas e na dependência de parentes ou amigos.

Para se inscrever na Previdência Social, basta passar em uma agência com a carteira de identidade (ou certidão de nascimento ou casamento). Deve levar também o CPF, o que ajuda a diferenciar dois segurados com o mesmo nome. A inscrição também pode ser feita pelo PREVFone (0800 78 0191) ou pelo PREVNet, www.previdencia.gov.br.

Taxistas, mototaxistas e motoboys que trabalham em cooperativas pagam contribuição menor à Previdência Social. A cooperativa é obrigada a fazer a inscrição desses trabalhadores no sistema previdenciário e desconta, todo mês, 11% sobre o que o associado recebe. Essa contribuição é, então, repassada ao INSS.

Se esses profissionais trabalham por conta própria, são obrigados a fazer a inscrição no INSS e contribuir com 20% da renda mensal. O valor mínimo do salário-de-contribuição, sobre o qual incidem os descontos, é de R$ 260,00 (duzentos e sessenta reais), e o máximo é de R$ 2.508,72 (dois mil, quinhentos e oito reais e setenta e dois centavos). Quanto maior for a contribuição, maior será o valor do benefício.

O taxista Mauro Gonçalves da Gama tem 42 anos, está na profissão há 16 anos, mas contribui para a Previdência Social desde os 17. Ele destacou a importância da contribuição: "Acho muito importante contribuir, pois, no futuro, poderei ter uma aposentadoria mais tranqüila. Acho que todos deveriam fazer o mesmo". Mauro tinha dúvidas sobre como seria o cálculo para a sua aposentadoria.

Para os inscritos a partir de 29 de novembro de 1999, o salário-de-benefício é a média dos 80% maiores salários-de-contribuição de todo o período contributivo. Para os inscritos até 28 de novembro de 1999, o salário-de-benefício é a média dos 80% maiores salários-de-contribuição, corrigidos monetariamente, desde julho de 1994.

Os benefícios que o contribuinte individual têm direito são auxílio-doença, salário-maternidade, auxílio-reclusão, aposentadoria por idade, aposentadoria por invalidez, aposentadoria por tempo de contribuição e pensão por morte. (Raphael Lamarca, estagiário de jornalismo e Patrícia Rocha)




AgPrev

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)