Cassilândia, Quinta-feira, 18 de Janeiro de 2018

Últimas Notícias

11/12/2017 19:00

Taxa média do crédito é a menor em mais de 2 anos, mas juro do cartão subiu

Correio do Estado

 

Os juros cobrados na maior parte das linhas de crédito para pessoas físicas voltaram a cair em novembro, chegando ao menor patamar desde outubro de 2015, mostra um levantamento da Anefacdivulgado nesta segunda-feira (11).

No entanto, as duas modalidades de crédito historicamente mais caras – cartão de crédito e cheque especial – voltaram a subir suas taxas no mês passado.

Taxa média para pessoa física

A taxa média de juros para pessoas físicas em todas as linhas pesquisadas caiu 0,04 ponto percentual em novembro, passando de 7,44% ao mês em outubro para 7,40%. Esta é a 12ª queda seguida.

Em nota, o diretor executivo de Estudos e Pesquisas Econômicas da Anefac, Miguel José Ribeiro de Oliveira, declarou que este resultado pode ser atribuído à redução da taxa básica de juros (Selic) e à expectativa de novas reduções frente à inflação mais baixa. A Selic está em 7% ao ano,menor patamar em mais de três décadas.

Apesar da melhora nas expectativas, acrescenta Oliveira, o cenário econômico atual aumenta o risco de elevação da inadimplência por conta da recessão e do desemprego elevado. "Isto aumenta igualmente o risco de novas elevações das taxas de juros aos consumidores sejam pessoa física ou jurídica", pondera o diretor de estudos da Anefac, no comunicado.

Crédito pessoal mais barato em novembro

Quatro linhas para pessoas físicas reduziram suas taxas de juros no último mês, segundo a Anefac: os juros do comércio; financiamentos de veículos; empréstimo pessoal em bancos; e empréstimo pessoal em financeiras.

Linhas mais caras voltam a subir

Já as taxas do cartão de crédito voltaram a subir em novembro após duas quedas seguidas, passando de 12,84% ao mês, em outubro, para 12,89% no mês passado. Também o cheque especial teve aumento nas taxas, de 12,18% para 12,25%.

Crédito para pessoas jurídicas

Das três linhas de crédito pesquisadas pela Anefac, todas cortaram suas taxas de juros em novembro. Na média, houve uma redução de 0,09 ponto percentual no mês (1,70 ponto percentual no ano) passando de 4,31% ao mês em outubro para 4,22% ao mês em novembro, também a menor taxa de juros desde outubro de 2015.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 18 de Janeiro de 2018
10:00
Receita do dia
Quarta, 17 de Janeiro de 2018
21:07
Loteria
21:05
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)