Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

07/06/2004 18:57

Tarso Genro explica que cotas devem fortalecer o ensino

Marina Domingos / ABr

A diminuição gradativa do percentual da cota de 50% para alunos que cursaram o ensino médio na rede pública terem acesso às universidades federais é uma das diretrizes anunciadas pelo Ministério da Educação no projeto de lei da reforma universitária, que chegará ao Congresso Nacional e novembro.

A intenção do ministério é promover a qualidade no ensino médio público, na mesma proporção que os alunos deixariam de utilizar as cotas como forma de acesso. Os percentuais de diminuição seriam aplicados por curso nas instituições, de acordo com as regras definidas pela direção de cada universidade. “Não queremos fazer um projeto que dependa das cotas, mas que se chegue a determinado momento que a cota não seja mais necessária”, explicou o ministro Tarso Genro.

Do mesmo modo, os alunos da rede pública deverão alcançar notas diferenciadas dos estudantes egressos da rede privada. A proposta do MEC prevê que o aluno da rede pública possa alcançar notas até 30% mais baixas que os estudantes da rede privada no primeiro ano de aplicação do sistema, passando para 25%, 20%,15% nos anos seguintes e chegando ao mínimo de 10% para entrar na universidade.

O projeto da reforma universitária também deve implantar a obrigatoriedade do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que será utilizado como critério universal para a seleção dos alunos. A aposta do MEC é em relação a melhoria da qualidade do ensino público, que, segundo o documento divulgado,”é a mais eficiente política de inclusão social, no que diz respeito ao acesso à educação superior”

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)