Cassilândia, Domingo, 27 de Maio de 2018

Últimas Notícias

29/06/2007 20:37

Tarifação na telefonia fixa muda a partir de 2 de julho

Humberto Marques/Campo Grande News

Na próxima segunda-feira (2 de julho) entrará em vigor o novo sistema de ligações locais na telefonia fixa em todo o Brasil, conforme determinou a Agência Nacional de Telecomunicações a todas as operadoras do setor. Com a alteração, o serviço passará a ser tarifado por minuto, e não mais por pulsos, como ocorre até hoje nas concessionárias “herdeiras” das antigas estatais – Brasil Telecom, Telefónica, CTBC Telecom, Sercomtel e Telemar.

A Anatel espera que, com o sistema, o cliente passe a ter sua conta detalhada, incluindo os números fixos para os quais efetuou ligações locais. O sistema é semelhante ao já adotado pelas empresas de telefonia celular e na tributação das ligações à longa distância. Dois planos foram criados para atender aos consumidores em um primeiro momento.

O Plano Básico de Minutos (PBM), com custo médio de R$ 40 (conforme a operadora) e franquia de 200 minutos (para clientes residenciais) e 150 minutos (não-residenciais e tronco) e o Plano Alternativo de Serviços de Oferta Obrigatória (Pasoo), que inclui franquia de 400 minutos para classe residencial e 360 minutos para não residencial e tronco – neste último há, ainda, cobrança referente ao “completamento da chamada”, isto é, quando o outro lado da linha atende ao telefone, já serão descontados 4 minutos da cota.

Os planos também terão diferenciação na tarifa: enquanto no PBM o custo de ligação será de R$ 0,07 (R$ 0,10 com impostos) por minuto, no Pasoo o valor será de R$ 0,03 (R$ 0,04 com impostos). Hoje, o custo do pulso é de R$ 0,15 – sendo que o pulso equivale a até quatro minutos de conversação. Há, ainda, regras diferenciadas na tarifação. O Plano Básico cobrará um mínimo de 30 segundos, com tempo de uso adicional tarifado a cada seis segundos; mas a tarifação só ocorrerá em chamadas com duração superior a três segundos. No Plano Alterantivo, além do completamento da chamada, a tarifação será realizada a cada seis segundos.

A Anatel também manteve os horários de tarifa reduzida. No PBM, cobra-se um valor por chamada atendida equivalente a dois minutos a cada ligação completada, independente do tempo de uso. No Pasoo, a tarifa de completamento de chamada será de quatro minutos. Esse sistema será adotado de segunda a sexta-feira, das 0h às 6h; aos sábados, das 0h às 6h e das 14h às 24; e das 0h às 24h em domingos e feriados nacionais.

Para auxiliar os usuários no processo de transição pulso-minuto, a Anatel e disponibiliza no site http://www.anatel.gov.br e pelo telefone 0800-33-2001 informações sobre o novo sistema. A nova forma de tarifação é defendida como um “avanço”, por permitir maior controle do usuário sobre o telefone. As concessionárias também foram acionadas a alertar os consumidores, com até 30 dias de antecedência, da implementação da cobrança.

A partir de 1º de agosto de 2007, a cobrança das operadoras será exclusivamente por minutos. Quando ocorrer a mudança na tarifação, os usuários poderão optar entre os dois planos oferecidos. Caso o usuário não se manifeste, a operadora deverá interpretar que o mesmo preferiu o Plano Básico. A migração entre os planos poderá ocorrer a qualquer momento, sem ônus. A habilitação e assinatura mensal terão os mesmos valores nos dois planos.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 27 de Maio de 2018
Sábado, 26 de Maio de 2018
14:57
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)