Cassilândia, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

31/05/2007 08:31

Suspenso júri de comerciante

TJ/GO

O julgamento do comerciante João Pereira de Carvalho, de 63 anos, marcado para ontem (29) no 2º Tribunal do Júri de Goiânia, foi suspenso pela juíza Zilmene Gomide da Silva Manzolli, em razão da ausência do réu, que não chegou a ser recambiado da comarca de Recife – PE, onde se encontra preso. Ele é acusado de tentar matar Terezinha Maria Moraes Rodrigues, 63. O crime ocorreu por volta das 7h30 de 22 de dezembro de 1997, próximo ao Estádio Olímpico, localizado na região central de Goiânia.

Segundo o Ministério Público de Goiás (MP), os dois tiveram um relacionamento amoroso durante dez meses, quando Terezinha decidiu terminá-lo em virtude do comportamento agressivo de João. Na ocasião, o comerciante já havia discutido com clientes do restaurante, de propriedade dela, bem como agredido alguns dos empregados do estabelecimento e usando uma faca, ameaçado-a juntamente com seus filhos. Ainda de acordo com a denúncia, um dia antes do crime o réu foi à casa da vítima, tendo sido impedido de entrar pelo filho desta, que, a seu pedido, trancou o portão.

Diante disso, João passou a chutar o portão e logo depois a desferir murros no carro de uma amiga de Terezinha, estacionado em frente àquela residência. Insatisfeito, o comerciante disse à ex-companheira palavras de baixo calão e a ameaçou de morte. Consta também dos autos que, na manhã seguinte, João ligou para Terezinha e insistindo muito para encontrá-la, falou que precisavam conversar. Acreditando que resolveria a situação, ela encontrou-se com João, na Avenida Paranaíba, de onde caminharam em direção ao Estádio Rio Vermelho.

Próximo ao Estádio Olímpico, o réu sentou-se na calçada e pediu que Terezinha também se sentasse. Diante da recusa João levantou-se repentinamente e com uma navalha a feriu gravemente no pescoço, para em seguida fugir. Oficiais do Exército que estavam num quartel, perto do local do crime, socorreram Terezinha. (Sheila Cavalcante)

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 18 de Dezembro de 2017
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)