Cassilândia, Sexta-feira, 07 de Agosto de 2020

Últimas Notícias

20/05/2020 09:20

Suspensa imunização contra raiva dos herbívoros por falta de vacinas

Bovinos têm alto risco para a doença em 121 municípios

Governo de Goiás
Suspensa imunização contra raiva dos herbívoros por falta de vacinas

A vacinação obrigatória contra a raiva dos herbívoros em 121 municípios de Goiás considerados de alto risco para a doença, que é realizada no mesmo período de imunização contra a febre aftosa, foi suspensa pelo governo estadual por meio da Agência Goiana de Defesa Agropecuária (Agrodefesa). O motivo é a falta de vacinas no mercado.

A decisão foi anunciada nesta terça-feira, dia 19, durante reunião virtual realizada pelo presidente José Essado com diretores, gerentes, procurador setorial e assessores, para tratar de diversos assuntos administrativos e operacionais das áreas de defesa animal e vegetal.

José Essado disse que os relatos sobre a falta de vacinas contra a raiva ganharam força nos últimos dias, com informações provenientes de todas as Unidades Locais e Regionais da Agrodefesa. Como consequência, foi tomada a decisão de suspender a imunização e retirar a obrigatoriedade relativa a esta etapa (primeira de 2020) mesmo nos municípios de alto risco.

Contudo, se houver ocorrência de foco de raiva, a vacinação obrigatória se mantém, tanto na propriedade quanto num raio de 12 quilômetros do local onde for constatado o foco. O presidente da Agência observou que os pecuaristas que conseguiram vacinar estão com seus rebanhos protegidos e só têm a ganhar.

Outros temas
Durante a videoconferência de hoje, outros temas administrativos foram tratados, dentre eles o cumprimento da meta de reduzir custos com aluguéis, contratos, convênios de prestação de serviços, consumo de combustível e outros, em observância ao decreto governamental de redução de despesas em função da crise provocada pelo avanço da pandemia do novo coronavírus. Um balanço preliminar mostra que a Agrodefesa já avançou muito e irá cumprir a meta de contenção de gastos fixada pelo Governo do Estado.

Outro tema tratado foi relativo à aquisição de produtos como álcool gel, máscaras, luvas, sabonete líquido e toalhas para atendimento das unidades locais e regionais da Agrodefesa, em especial para os servidores que estão trabalhando presencialmente em sistema de rodízio, os fiscais de equipes móveis, os que atuam na área de inspeção em indústrias de produtos de origem animal e também nos três laboratórios da Agência. Alguns produtos já estão disponíveis e outros em processo de compra. O presidente José Essado informou que uma indústria de Inhumas doou boa quantidade de álcool gel que já está sendo utilizado pelos servidores.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 06 de Agosto de 2020
11:00
Corrida/Nutrição/Fitness
Quarta, 05 de Agosto de 2020
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)